Winona Ryder, de Stranger Things, é uma estrela desde o clássico filme cult de 1988, Atração Mortal. A vida começou a mudar algumas décadas depois para a atriz quando ela entrou no novo milênio de uma maneira amarga.

A ex-estrela adolescente se viu na capa de revistas ao lado de manchetes estridentes depois que foi pega roubando lojas. Depois de uma tempestade na mídia, a carreira de Ryder parou e, sem dúvida, não voltou aos trilhos por mais de quinze anos, até que ela conseguiu seu chamado “papel de retorno” no sucesso da Netflix, Stranger Things.

Fãs da cultura popular que gostam de pensar sobre suas celebridades favoritas do passado podem se lembrar mais de Ryder de seu incidente em 2001. O ato teve um impacto de longa data em sua carreira, mantendo a atriz em uma posição estagnada, longe de futuras histórias de sucesso em potencial na carreira.


O Observatório de Cinema vai revisitar o momento que quase encerrou sua carreira.

Mancha na carreira

A prisão de Winona por furto de lojas metaforicamente a colocou frente a frente com a ideia familiar que muitos ex-ídolos adolescentes enfrentam. Uma vez um ídolo adolescente, sempre um ídolo adolescente, quando críticas estão envolvidas.

Os seguidores de fofocas de celebridades soltaram um suspiro coletivo sobre a chamada “queda da graça” de Winona e cobriram incansavelmente todos os seus movimentos. Winona, por si só, teve alguns pensamentos nos anos seguintes: ela não estava tão bem mentalmente.

O espetáculo causado pela prisão de Winona quase torna difícil lembrar que ela enfrentou uma sentença dura, com consequências substanciais.

A realidade de Winona Ryder foi dura depois de sua prisão. Segundo o Huffington Post, ela foi “considerada culpada de grande roubo e vandalismo” um ano depois.

Depois de alguns anos, Winona acreditou que “não era o crime do século”.

Assistir a um julgamento de celebridade já pode parecer um evento, mas imagine estar presente em um caso de destaque!

O clima no tribunal já deve ter sido tenso, mas a experiência deve ter sido especialmente memorável para um membro do júri. Um jurado compartilhou uma conexão pessoal com Winona: Peter Guber fez três filmes com Winona no passado, como chefe de estúdio.

O incidente de Winona foi um momento fraco para sua carreira e vida pessoal, e detetives de celebridades tentaram teorizar exatamente o que levou Winona a embarcar nessa excursão controversa. O que sabemos com certeza: o incidente tinha um toque de glamour.

Os itens que Winona adquiriu da Saks Fifth Avenue não eram apenas itens “regulares”. Ela escolheu itens de designer, de uma variedade de etiquetas.

A conversa sobre a escolha de Winona fluía por toda parte, de páginas de revistas a bate-papos casuais em uma cafeteria, mas uma pessoa permaneceu em silêncio: a própria Winona.

A atriz foi fotografada repetidamente no tribunal usando uma variedade de expressões faciais, mas permaneceu em silêncio, talvez tomando cuidado para não aumentar a conversa já excessiva. Ela foi educada, mas permaneceu firme com os repórteres pressionando-a.

Sabemos que a lógica de Winona para prosseguir com o incidente que define a carreira nunca foi explicitamente declarada, mas um elemento referente ao incidente aproxima as mentes curiosas de uma revelação.

Winona não agiu inteiramente por impulso. A atriz levou algum tempo para se livrar de possíveis riscos à segurança, removendo etiquetas e alarmes da roupa.

Afastar-se do brilho constante da mídia pode ter sido uma decisão sábia de Winona, para quem enfrentou o que a atriz passou na conclusão de seu julgamento.

Após sua condenação inicial, Winona recebeu três anos de liberdade condicional e serviço comunitário. Isso foi determinado após a aquisição de uma taxa de roubo, de acordo com a Us Weekly.

Nos anos seguintes ao incidente, Winona Ryder teve alguns papeis pequenos em filmes e séries, mas sem grande destaque. A volta aos holofotes só viria com Stranger Things, série em que vive Joyce Byers.

As três primeiras temporadas de Stranger Things estão disponíveis na Netflix.