Shonda Rhimes é uma das produtoras e roteiristas mais icônicas do mundo da TV norte-americana. Foi a responsável pela criação de séries muito bem-sucedidas, como Grey’s Anatomy, Scandal e How To Get Away With Murder.

No entanto, antes de entrar para a TV, Rhimes tentou uma carreira como roteirista de cinema – que não deu muito certo. A criadora de Grey’s Anatomy foi a roteirista de Crossroads: Amigas para Sempre, um filme de 2002 estrelado por Britney Spears.

O projeto era uma tentativa de Hollywood de transformar Spears em uma estrela de cinema, mas decepcionou: o filme foi um fracasso de bilheteria e foi detonado pelos críticos.


Crossroads: Amigas para Sempre até mesmo ganhou oito Framboesas de Ouro, que premia “os piores do ano”.

Grande fiasco

Em entrevista para a Vice, no entanto, Rhimes demonstrou orgulho pelo filme que escreveu.

“Ao desenvolver o roteiro, eu estava mais interessada na jovem Britney Spears que eu conhecia do que naquilo que as pessoas pensavam dela. Ela era uma pessoa, mas acho que todos se esqueceram disso – porque a sociedade é misógina”, disse.

“Foi interessante retratá-la como uma jovem tridimensional. Teria sido um erro transformá-la na caricatura de uma garota malvada.”

Crossroads: Amigas para Sempre estreou em 2002, e também teve estrelas como Taryn Manning e Zoë Saldaña no elenco.