Os últimos episódios da quarta temporada de Riverdale não puderam ser gravados conforme o programado por conta da pandemia do novo coronavírus. Isso resultou em um final prematuro, que ainda deve ser explorado pela série ao entrar na temporada seguinte.

A CW e a Netflix tiveram que pausar as gravações para evitar o contágio pela doença, mas o trabalho pode retornar mais rápido do que o esperado. A província Columbia Britânica, no Canadá, onde as filmagens são feitas, pretende retomar a indústria em breve.

Os planos são de liberação da fronteira para trabalhadores não essenciais a partir de 1 de julho de 2020, o que pode significar que o elenco terá disponibilidade para viajar até Vancouver. Também é requisitado que as empresas envolvidas tenham planos de segurança para proteger os funcionários de COVID-19.


Ainda assim, muitos fãs da série se mostraram preocupados nas redes sociais de que o retorno será feito muito cedo. A preocupação é com a segurança de todos da produção e do elenco.

Além de Riverdale, outros programas podem seguir o mesmo caminho, caso os estúdios estabeleçam protocolos de segurança junto às entidades de saúde. Essa talvez seja a situação de The Good Doctor e The Flash.

Vanessa Morgan, de “Riverdale”, denuncia racismo no audiovisual

Mudanças no elenco

Enquanto a situação não se normaliza, Riverdale tem passado por algumas tensões com membros do elenco, a julgar pelas declarações dadas na mídia. Parece que nem todos estão satisfeitos em continuar na série.

A atriz Vanessa Morgan, que interpreta Toni Topaz, afirmou nas redes sociais que é a única negra e a que ganha menos entre os colegas. Além disso, também há rumores de que Vanessa é cogitada para protagonizar Batwoman, da DC.

Outro ator que se declarou para a imprensa foi KJ Apa, que faz o papel de Archie. Em entrevista para o Daily Telegraph, ele afirmou que atuar não é seu maior objetivo e que gostaria de se dedicar à música. À princípio, ele continua na série.

Riverdale atualmente conta com 3 temporadas disponíveis na Netflix.