De 2011 a 2019, Game of Thrones se estabeleceu como a série mais famosa e assistida do mundo. A produção da HBO mudou a cara do cenário televisivo e abriu as portas para ainda mais projetos épicos.

O final da série dividiu a opinião dos fãs, principalmente pelo encerramento antecipado de tramas que ainda poderiam ser bem melhor desenvolvidas.

O desfecho da trama de Jon Snow, por exemplo, desagradou muita gente. Mesmo com a revelação impressionante sobre sua verdadeira descendência, o personagem terminou a série como havia começado: na Patrulha da Noite.


Muita gente não sabe, mas o final de Jon Snow poderia ter sido muito diferente. Confira abaixo!

Final polêmico

No final de Game of Thrones, Daenerys Targaryen segue o exemplo do pai e se torna uma verdadeira tirana, incendiando Porto Real e iniciando uma jornada para conquistar o mundo.

Para impedí-la e salvar a vida de muita gente, Jon Snow acaba matando a amada com um golpe de espada. Para muitas pessoas, esse foi um dos piores momentos da temporada final, já que veio em direção contrário ao desenvolvimento de vários personagens e tramas.

O que muitos fãs não sabem é que originalmente Jon Snow não ficaria com Daenerys, mas sim com sua irmã adotiva Sansa! Essa foi a ideia original do autor George R.R. Martin, mas acabou não fazendo parte da temporada final.

Vale lembrar que Jon Snow e Sansa Stark definitivamente não são irmãos biológicos. Na verdade, os personagens são primos. Jon é filho de Rhaegar Targaryen e Lyanna Stark, e Sansa é filha de Ned Stark e Catelyn Tully.

Em um papo com fãs no Twitter, Kit Harington ficou sabendo da teoria original e na mesma hora mostrou sua reação de surpresa.

“Eles queriam que o Jon ficasse com quem? Eles queriam que o Jon ficasse com a Sansa? O que? Não! Isso é muito estranho”, opinou o ator.

Após o fim de Game of Thrones, Kit Harington foi escalado como o Cavaleiro Negro no filme da Marvel Os Eternos, que estreia em 2021.