Killing Eve é uma das grandes séries do momento. Com 3 temporadas, o seriado tem uma trama elogiada e ainda colocou de vez Sandra Oh entre as principais atrizes de Hollywood.

Porém, o seriado está passando por uma polêmica. Killing Eve teve uma questão levantada após uma publicação de uma roteirista.

Os fãs estão criticando Killing Eve por não apresentar diversidade na equipe de roteiristas contratada para 4ª temporada. A escritora Kayleigh Llewellyn começou sem querer o debate.


No Twitter, a roteirista de Killing Eve publicou uma reunião com todos os escritores da série. Na imagem, todos levantam uma taça para comemorar o “último dia” da sala de roteiristas.

“15 dias depois, esse é o último dia da sala de roteiristas”, escreveu a produtora, em um post que foi deletado.

O que os fãs notam, porém, é que o grupo é composto apenas por pessoas brancas. Isso gerou muitas críticas nas redes sociais.

Em uma delas, um fã fez uma montagem sobre uma entrada de um jornalista, com a manchete: “A diversidade de pensamentos é algo que realmente importa quando você está tomando decisões na sala de roteiristas”.

Veja abaixo, junto com o print do tuíte excluído.

https://twitter.com/RichieOnTV/status/1271572810348015626?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1271572810348015626&ref_url=https%3A%2F%2Fvariety.com%2F2020%2Ftv%2Fglobal%2Fkilling-eve-white-writers-room-diversity-backlash-phoebe-waller-bridge-sandra-oh-1234633878%2F

Famosos de Hollywood criticam Killing Eve

O tuíte chamou atenção e até críticas de produtores conhecidos em Hollywood. O produtor e diretor Matthew A. Cherry, vencedor do Oscar pelo curta Hair Love, ironizou a publicação.

“Vocês devem estar felizes em compartilhar uma imagem dessa sala de roteiristas sem diversidade como se fosse algo a ser celebrado”, comentou o produtor.

A roteirista Rachel De-lahay, de The Eddy da Netflix, também criticou Killing Eve com ironia: “A próxima geração legal + eles não se importam com nada”.

O tuíte da roteirista de Killing Eve com a reunião surge no momento em que o mundo debate o racismo. Tudo começou com a morte de George Floyd, nos Estados Unidos.

O que agrava a situação é que um levantamento no IMDb mostra que a série teve apenas roteiristas brancos nas 3 primeiras temporadas, já lançadas, e também na 4ª, em produção.

“A audácia de ter uma atriz asiática como protagonista… uma icônica atriz asiática que se tornou famosa pelo talento em uma série escrita por uma mulher negra (Grey’s Anatomy)… para uma série só com roteiristas brancos? Killing Eve, você sabe como isso é estranho? Como isso não está certo, né?”, questionou um fã.

“Imaginem como Killing Eve seria melhor se tivesse uma pessoa negra na sala de roteiristas”, aconselhou outra internauta.

Veja abaixo as reações.

Vale lembrar ainda que Killing Eve é produzida pela BBC – é uma produção da TV britânica.

A série acompanha a agente da MI6 Eve (Sandra Oh), que é designada para pegar uma serial killer. O que ela não espera é desenvolver um laço especial com a criminosa.

Killing Eve tem 3 temporadas e desenvolve a 4ª, ainda sem data de estreia. No Brasil, é disponibilizada pelo Globoplay.

https://twitter.com/Rachel_Delahay/status/1271710089855066113
https://twitter.com/mildredsfierce/status/1271558134016864256