O final da série The Vampire Diaries concluiu oito temporadas de humor, trevas e drama no gênero de vampiros em 2017. Em setembro de 2009, os fãs conheceram a humana Elena Gilbert (Nina Dobrev), que se apaixona por um cara que é vampiro (Stefan Salvatore, interpretado por Paul Wesley).

A série narrou seu caso amoroso, mas mergulhou em mistério, intriga e muitas mudanças no elenco, pois a série terminou longe de onde começou. Eventualmente, Elena se torna uma vampira, mas Dobrev deixou o seriado antes que a série terminasse.

Ela voltou para amarrar a série de um jeito simples e organizado, com alguns finais felizes e não tão felizes.


Elena não só acaba com o irmão de Stefan, Damon (Ian Somerhalder), mas ele também morre. Stefan sacrifica sua vida para salvar Mystic Falls de ser destruída pelo Fogo do Inferno.

E embora Stefan tenha morrido, ele se reúne com a melhor amiga Lexi (então ele meio que consegue um final feliz). Wesley recentemente compartilhou seus pensamentos sobre o final da temporada.

Além disso, ele revelou o que teria feito diferente se escrevesse o último episódio.

Mudanças que teria feito

Wesley compartilhou que ele dirigiu seu personagem em The Vampire Diaries para o lado sombrio quando viu Stefan como um cara legal demais.

“Em The Vampire Diaries, eu estava interpretando o mocinho”, ele lembrou no Watch What Happens Live with Andy Cohen After Show.

“Eu senti como se estivesse começando a ser um pouco confuso, como o bom irmão. E eu realmente tentei o meu melhor para influenciá-los para me permitir ser o cara mau. Eles fizeram isso acontecer na terceira temporada. Eu me transformei no Estripador. E senti que isso era uma grande parte do meu trabalho.”

Enquanto Wesley conseguiu direcionar os roteiristas para o enredo do “Estripador”, ele teria feito uma grande mudança no final da série.

“Sinceramente, acho que os dois irmãos deveriam ter morrido”, ele compartilhou.

“Eu teria gostado se nós dois morrêssemos. E que Elena, a garota no final do seriado, tivesse toda a sua memória apagada. E ela passava a viver uma vida normal e esquecia que existíamos. Eu acho que teria sido legal.”

The Vampire Diaries, no Brasil, está disponível no Globoplay.