The Vampire Diaries foi uma série de sucesso e permaneceu no ar na TV norte-americana por oito temporadas.

O fim chegou em 2017. No encerramento, os fãs ficaram chocados com a morte de Stefan, interpretado por Paul Wesley.

Até hoje, muitos espectadores ficam confusos com o motivo de a série ter escolhido matar Stefan, já que era um personagem muito querido.


Por que morreu?

O Observatório do Cinema pode desvendar isso: a ideia de matar o personagem veio do próprio Wesley. O ator achou que esse era o fim mais apropriado para esse arco em particular.

Wesley acreditava que a morte era o carma necessário para Stefan, que vinha se transformando num sujeito cada vez mais perigoso.

O lado sombrio de Stefan, aliás, também foi ideia de Paul Wesley. Portanto, o ator sabia melhor do que ninguém que a redenção só viria para ele através da morte.

No entanto, Wesley explicou ainda que também gostaria que Damon (Ian Somerhalder) tivesse morrido, para que Elena (Nina Dobrev) pudesse continuar vivendo com uma “lousa limpa”, sem nenhuma memória daquelas experiências traumatizantes.

Essa ideia, porém, os produtores de The Vampire Diaries não aprovaram. Assim, somente Stefan acabou morrendo.

No Brasil, The Vampire Diaries está disponível no Globoplay.