Alerta de spoilers!

A série The Walking Dead se distanciou dos quadrinhos originais de Robert Kirkman já em sua primeira temporada e uma das personagens mais alteradas no seriado da AMC foi Andrea (Laurie Holden).

Uma das maiores alterações feitas na série foi justamente a morte da personagem na terceira temporada. Ela acabou morrendo após ir contra o Governador (David Morrisey), com quem ela tem um relacionamento romântico em The Walking Dead.

Como punição, o Governador a acorrenta em sua sala de tortura com um zumbi. Após ser mordida, Andrea acaba tirando sua própria vida.


Nos quadrinhos, ela sobrevive muito mais tempo, morrendo somente após a guerra contra os sussurradores (arco atual da série), em The Walking Dead #168. Nas HQs ela também foi mordida por um zumbi.

Por que ela saiu da série tão cedo?

De acordo com Robert Kirkman, criador de The Walking Dead, não foi fácil para os roteiristas tomarem essa decisão e tiveram muitas discussões sobre o assunto. A escolha foi sugerida pelo showrunner na época, Glen Mazzara.

De acordo com o THR, Robert Kirkman concordou que a morte faria do Governador um vilão muito mais sinistro para a quarta temporada.

Além disso, essa morte empurrou Rick na direção que os roteiristas precisavam na quarta temporada.

Atualmente, a série The Walking Dead está suspensa em razão da pandemia de COVID-19. Os quadrinhos, por sua vez, já foram concluídos.