The Walking Dead está sendo exibida pela AMC há 10 anos, e de lá para cá, o elenco da série sofreu muitas alterações. Inclusive, rostos conhecidos já deixaram a série, enquanto outros já preparam suas saídas.

Aqui, trazemos um artigo que explica os motivos para a saída de cada ator principal da série de zumbis.

Confira a seguir.


Andrew Lincoln (Rick) queria mais tempo com a família

A saída de Andrew Lincoln do papel de Rick Grimes foi um dos grandes choques na temporada passada da série. O astro deixa a série para então estrelar uma trilogia de filmes focada no personagem, mas Lincoln já expressou em entrevistas que todo o compromisso com a série o mantinham longe de sua família, já que o ator britânico saía da Inglaterra para passar meses nos EUA.

Lauren Cohan (Maggie) tinha outra série

Tudo bem que a eterna Maggie vai voltar à The Walking Dead na próxima temporada, mas Lauren Cohan havia deixado a série junto com Andrew Lincoln. O motivo? A atriz estava escalada para a nova série Whiskey Cavalier, na ABC. Como a série foi cancelada, Cohan acabou retornando para o universo de zumbis.

Danai Gurira (Michonne) está ocupada com cinema e teatro

A última integrante central a deixar o elenco de The Walking Dead foi Danai Gurira, que construiu sua carreira graças à destemida Michonne. Porém, como faz parte do Universo Cinematográfico da Marvel e começa a explorar habilidades como diretora no cinema e no teatro, Gurira prefere se concentrar nessas áreas. Mas tudo indica que ela também retornará para os filmes baseados na série.

Chandler Riggs (Carl) voltou às aulas

Um dos momentos mais trágicos de The Walking Dead foi a morte de Carl, filho do protagonista Rick Grimmes. É um evento que não aconteceu nos quadrinhos, e que foi decisão dos roteiristas. Porém, há rumores de que a saída de Riggs da série ocorreu pelo desejo do ator em se concentrar na universidade, onde concentraria seus estudos em psicologia e sociologia.

Jeffrey DeMunn (Dale) não concordou com novo showrunner

Ao longo de suas 10 temporadas, The Walking Dead trocou de showrunner múltiplas vezes. Após a primeira temporada, Frank Darabont teve conflitos criativos com a produção, e que inclusive ainda são resolvidos na justiça americana, e o astro Jeffrey DeMunn ficou indignado com a situação – sendo amigo pessoal de Darabont. Ele pediu para que seu personagem, Dale, fosse morto.