Arrependida? Atriz de La Casa de Papel revela uma coisa que mudaria em Nairobi

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

La Casa de Papel é a série de língua espanhola mais popular da Netflix. No Brasil, a produção se tornou um verdadeiro fenômeno cultural, inspirando fantasias, músicas e muito mais.

A quarta temporada de La Casa de Papel já chegou à Netflix. Neste ano, milhões de pessoas correram para maratonar os episódios, que corresponderam (e até superaram) as expectativas de muita gente.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fãs de La Casa de Papel já sofreram com a morte de personagens queridos como Oslo, Moscou, Berlim e principalmente a icônica  Nairobi.

A personagem vai fazer falta na quinta temporada, e sua intérprete falou sobre seu legado em uma entrevista recente; confira abaixo!

O que mudaria?

Um dos momentos mais chocantes da quarta temporada de La Casa de Papel foi a morte de Nairóbi. A personagem leva um tiro na cabeça ao ser levada como refém por Gandia.

Espectadores e membros da equipe do Professor ficaram devastados. Muitos acreditavam e esperavam que Nairobi pudesse se reunir novamente com o filho Axel.

Em uma entrevista recente, a atriz Alba Flores falou sobre a despedida da personagem e sua experiência vivendo a assaltante por vários anos.

“O que eu mais gosto na Nairobi é a maneira que ela lida com o seu trabalho — a produção do dinheiro — com as pessoas do banco, e o jeito como ela desenvolveu sua liderança”, afirmou a atriz.

A intérprete de Nairóbi também revelou o que mudaria em sua personagem caso tivesse a oportunidade.

“Eu queria que ela tivesse mais autoconfiança e fé em si mesma desde o início. Acho que esse aspecto ficou faltando, e provavelmente é a única coisa que eu não gostei nela”, opinou Flores.

A atriz também imaginou uma trama na qual a liderança do assalto fica com Nairóbi, ao invés do Professor.

“Se ela tivesse tomado o controle do plano de assalto, eles teriam sido ainda mais bem sucedidos. E isso tudo se relaciona com a maneira que ela lida com o pessoal”, sugeriu Alba Flores.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio