Inúmeros médicos, estagiários e pacientes passaram pelos hospitais de Grey’s Anatomy nas 16 temporadas da série. Interpretados por grandes nomes da TV, alguns personagens se despediram e deixaram saudades nos fãs.

A série exibiu recentemente sua décima sexta temporada, que acabou sendo encurtada devido à pandemia do coronavírus.

Uma das mortes mais trágicas de Grey’s Anatomy foi a de Derek Shepherd, o eterno amor de Meredith Grey.


Em entrevista, o ator Patrick Dempsey revelou que não tem mais intenções de viver personagens desse estilo.

Confira abaixo tudo sobre essa história!

Despedida para sempre 

Antes do último episódio de Patrick Dempsey em Grey’s Anatomy ser exibido em 2015, o ator falou em entrevista sobre suas últimas experiências na produção de Shonda Rhimes.

“Foi uma trajetória maravilhosa. No final da primeira temporada, achei que nunca conseguiríamos manter esse ritmo por mais 24 episódios. Eu nunca havia participado de um projeto tão longo como esse”, afirmou Dempsey.

Sucesso nunca vem de graça, e Dempsey relatou na entrevista o comprometimento da então showrunner Shonda Rhimes e do resto do elenco do drama médico.

“Nós ganhamos bem, mas é uma rotina complicada. Trabalhávamos cerca de 17 horas por dia nas primeiras temporadas. Depois, de 12 a 15 horas. É extraordinário o que a Shonda Rhimes consegue fazer com as séries que administra”, contou o ator.

Perguntado se interpretaria mais uma vez um personagem como Derek Shepherd, o ator foi sincero em sua resposta.

“Estou muito agradecido por Grey’s Anatomy. Foi uma oportunidade e tanto, mas também houveram custos. Acho que depois de um certo período de tempo, você quer controlar seus próprios horários. Foi tempo suficiente para mim. Já era hora de mudar, e eu deveria ter feito isso há algum tempo”, afirmou Dempsey.

Grey’s Anatomy já foi renovada para a décima sétima temporada.