The Walking Dead já apresentou vários personagens icônicos ao longo de suas dez temporadas já lançadas e os atores por trás de dois desses ícones expressaram seus grandes arrependimentos em relação à série.

Lennie James e Jeffrey Dean Morgan, que interpretam, respectivamente, Morgan e Negan, comentaram sobre o fato de nunca terem contracenado na série da AMC.

Para quem não se lembra, Morgan saiu na oitava temporada de The Walking Dead para aparecer na derivada Fear the Walking Dead.


Já Negan continua na série e realmente evoluiu como personagem nessas duas últimas temporadas.

Decepções

Em participação no Friday Night In with the Morgans, Lennie James disse que “uma das coisas” que ele mais se arrepende em ter saído da série, é que Morgan e Negan nunca se encontraram de fato.

“Os dois na mesma sala, nunca seria algo casual”, disse Lennie, falando sobre um encontro de Morgan e Negan.

“Uma das coisas que mais me arrependo de meu tempo em The Walking Dead, e eu me arrependo de poucas coisas, é que não cheguei a gravar cenas com algumas pessoas que se tornaram amigos”.

“Você e Cudlitz estão no topo da minha lista e fico aflito de nunca ter tido essa chance”, continuou James, falando com Jeffrey Dean Morgan e citando Michael Cudlitz, o Abraham de The Walking Dead.

Jeffrey Dean Morgan também disse ter ficado desapontado que Morgan e Negan nunca tiveram uma cena juntos.

“Nunca aconteceu! Eu cheguei lá e, então, você saiu e isso é um dos meus maiores arrependimentos”, disse o intérprete de Negan.

“Acho que tinham duas opções”, continuou Lennie. “Deixar a série e ir para Fear [the Walking Dead], ou fazer uma cena com Negan e morrer!”.

Agora realmente parece tarde para um encontro entre Negan e Morgan, mas é possível que isso aconteça no futuro de Fear the Walking Dead, ou até mesmo na série original, se o personagem retornar.

Em todo caso, a exibição de The Walking Dead está suspensa em razão da pandemia do novo coronavírus. O episódio final da décima temporada deve ir ao ar ainda em 2020.