Cursed – A Lenda do Lago vem sendo chamada de Game of Thrones da Netflix, mas há diversas inspirações por trás dessa releitura da lenda Arthuriana.

Em entrevista ao Looper, Frank Miller, produtor executivo da série e um dos autores da graphic novel na qual a série foi baseada, revelou o que o inspirou para criar Cursed – A Lenda do Lago.

“Para mim, começa com A Espada Era a Lei, da Disney, o que me acompanhou quando assisti a versão do filme de Camelot, de Lerner e Loewe”, disse Miller.


“Então coisas como Excalibur, de John Boorman e As Aventuras de Robin Hood. Todos esses afetaram diretamente a história de Cursed – A Lenda do Lago”, continuou Miller.

Tom Wheeler, roteirista da série, acrescentou Monty Python – Em Busca do Cálice Sagrado à lista de inspirações da série, o que indica que há certas doses de humor nela.

A nova Game of Thrones?

Cursed – A Lenda do Lago é descrita como uma fantasia mágica, o que explica as comparações à Game of Thrones. A história é baseada em uma releitura da lenda arthuriana.

A história é focada em uma jovem chamada Nimue. A garota, que é uma grande lutadora – principalmente com uma espada em mãos, se junta ao mercenário Arthur.

Além de Katherine Langford, a série terá Devon Terrell, de Barry, que fica com o papel de Arthur.

Além da dupla, Daniel Sharman, Gustaf Skarsgård e Peter Mullan estarão em papéis centrais. Sabe-se que Skarsgård terá o papel de Merlin.

Cursed – A Lenda do Lago estreia no dia 17 de julho, na Netflix.