Nathalie Emmanuel, a Missandei de Game of Thrones, revelou que Emilia Clarke a defendeu quando um colega do elenco tentou constrangê-la em razão de um figurino “revelador”.

A atriz de 31 anos se juntou ao elenco de Game of Thrones na terceira temporada da série e logo fez amizade com a intérprete de Daenerys.

Nos primeiros dias de Emmanuel na série da HBO, Clarke foi ao resgate da amiga após um incidente com um colega do elenco.


“[Emilia] e eu sempre cuidamos uma da outra. Se você é uma das únicas mulheres em um set predominantemente masculino, isso acaba criando uma conexão entre as mulheres”, disse a atriz à Vogue.

“Por exemplo, na minha primeira temporada, meu figurino era bem revelador e teve um incidente com um ator coadjuvante que fez um comentário sobre ele no set – típico, é claro – e Emilia me apoiou na hora. Foi resolvido”, continuou a atriz.

Representatividade em Game of Thrones

A atriz ainda falou sobre a representatividade (ou falta dela) em Game of Thrones, cujo elenco era praticamente todo composto por pessoas brancas.

“Definitivamente isso me fez refletir muito mais sobre etnia e diversidade de forma mais geral”, disse a atriz.

“Caso exista uma série do nível de Game of Thrones novamente, representatividade precisa fazer parte dela desde o começo. Dessa maneira, não existirá uma única pessoa que precise representar todas as outras pessoas de cor”.

Game of Thrones foi criticada por John Boyega, de Star Wars, pela sua falta de atores e atrizes negros. De fato, Nathalie Emmanuel era uma das únicas não-brancas da série, o que acendeu esse debate sobre representatividade da série da HBO.

Depois disso, séries como The Witcher e Cursed – A Lenda do Lago, ambas da Netflix, garantiram maior representatividade em tela para pessoas não-brancas.

Mas ainda há um longo caminho a ser trilhado.

Em todo caso, Game of Thrones está disponível na HBO Go.