ALERTA DE SPOILERS

Jane Gloriana Villanueva tem o final feliz dela em Jane the Virgin. Com o desfecho, os fãs da Netflix finalmente descobriram com quem a protagonista fica em definitivo.

O final do seriado foi marcado pelo casamento com Rafael. Além disso, todos descobriram que o livro dela era simplesmente a história contada em Jane the Virgin.

Porém, antes desse desfecho feliz, houve a dúvida se Jane poderia ficar com Michael. O ex dela reaparece vivo para bagunçar com os sentimentos dela.


Para a Entertainment Weekly, a criadora Jennie Snyder Urman explicou a decisão de Jane terminar com Rafael. Quase tudo estava planejado desde o início.

A escritora garante que a primeira coisa que pensou foi em um final feliz para Jane the Virgin.

O final em Jane the Virgin

Para surpresa (ou não) dos fãs da Netflix, desde o início estava definido que Jane ficaria com Rafael. O improviso na trama foi o retorno de Michael, que não estava programado.

“Eu lembro de contar a história da série”, lembrou a criadora sobre a apresentação do projeto. “Talvez eu não tivesse o narrador, mas a história era similar. Lembro de ter contado trechos do final”, completou ainda Jennie.

Apesar da história similar e com reviravoltas que foram acontecendo, o final sempre foi mantido em Jane the Virgin.

“Eu não sabia no começo que Michael voltaria. Mas, sempre soube para onde estávamos indo. Muito de Jane é sobre ser uma escritora e temos um narrador o tempo inteiro para nos lembrar que é uma novela. Eu sentia que o final era tão importante que todos tinham que confiar no narrador que ele sabia que isso teria um fim”, explicou a criadora.

Jennie também contou que pensou sobre o final no início do projeto por conta da estrutura de uma novela. Assim, nunca existiu a dúvida de que Jane pudesse ficar com outra pessoa.

“Depois de jurar que permaneceria virgem até o casamento, Jane Villanueva fica grávida por um erro médico. Hora de revisar os planos para o futuro”, diz a sinopse.

Todas temporadas de Jane the Virgin estão na Netflix.