Com 16 temporadas e mais de 350 episódios lançados, Grey’s Anatomy conquistou milhões de fãs no mundo inteiro e se tornou o drama médico mais duradouro de todos os tempos.

A série já exibiu o final de sua décima sexta temporada, encurtada devido à pandemia do coronavírus.

Em seus mais de 15 anos de história, Grey’s Anatomy perdeu alguns de seus personagens mais icônicos. Uma das perdas mais tristes foi Cristina Yang.


A médica interpretada por Sandra Oh sempre foi uma das preferidas do público, e para muitos fãs, Grey’s Anatomy nunca mais foi a mesma após a despedida da profissional.

Confira abaixo por que Sandra Oh deixou Grey’s Anatomy!

A despedida de Cristina

Após conquistar os fãs de Grey’s Anatomy por anos a fio, Sandra Oh decidiu deixar a série em 2014 em busca de novos desafios na carreira.

Cristina Yang abandonou Seattle e se despediu de Meredith para trabalhar como chefe cirúrgica em um conceituado hospital na Suíça.

Após deixar Grey’s Anatomy, Sandra Oh conquistou um público diferente como a protagonista da série Killing Eve. Sua performance foi extremamente elogiada e rendeu indicações para as principais premiações da TV.

Seis anos depois de deixar Grey’s Anatomy, a atriz discutiu o legado da série e de sua personagem em um podcast.

“Foi uma oportunidade bastante rara interpretar a mesma personagem por 10 anos. Também foi um fardo, uma grande dificuldade. Mas enxergar o crescimento de uma personagem em tempo real é algo extremamente especial”, afirmou Sandra Oh.

A intérprete de Cristina Yang também falou sobre sua decisão de deixar Grey’s Anatomy após tantas temporadas.

“Quando a hora chegou, tive uma conversa profunda e criativa com os roteiristas e a Shonda Rhimes. Tivemos muito tempo para trabalhar a despedida da Cristina, e acho que todos fizeram um trabalho brilhante”, confirmou a atriz.

Grey’s Anatomy já foi renovada para a décima sétima temporada.