A Netflix está com projetos ambiciosos planejados e Sandman certamente é um deles. A série deveria ter começado sua produção em maio, mas foi adiada em razão da pandemia do novo coronavírus.

Agora, durante painel no Comic-Con@Home, o produtor David S. Goyer falou sobre a adaptação de Sandman e A Fundação, de Isaac Asimov, que será lançada na Apple TV+.

“As duas coisas que estavam mais ocupando meu tempo antes da quarentena eram essas adaptações de grande orçamento de Sandman e A Fundação, de Isaac Asimov”, disse Goyer.


“Fundação estava mais avançado. Filmamos por volta de 40% da primeira temporada, quando tivemos de parar. E Sandman deveria ter começado a gravar em maio”, continuou o produtor.

“Acho que estávamos no início da etapa do roteiro. Allan Heinberg é o showrunner do dia-a-dia nesse projeto, enquanto estou lidando com Fundação, elenco e coisas assim. Então na verdade, ironicamente, os dois projetos devem começar a gravar em outubro”, disse Goyer.

Mudança de gênero?

Neil Gaiman ainda falou um pouco sobre o que podemos esperar dessa releitura de Sandman, da Netflix.

“Ao fazer a série da Netflix, abordamos dessa maneira, ‘okay, é 2020, então o que Sandman estaria fazendo, começando em 2020, o que vamos fazer? Como mudaremos as coisas? Qual será o gênero do seu personagem? Quem seria essa pessoa? O que estaria acontecendo”, disse Neil Gaiman, indicando que o protagonista pode não ser masculino na série de TV.

Anteriormente, Neil Gaiman havia dito que a série será extremamente fiel às HQs, e adaptará todas (ou quase todas) as tramas apresentadas na versão de Sandman dos quadrinhos.

Gaiman também desmentiu boatos de seu envolvimento com a produção de The Nevers, série da HBO desenvolvida por Joss Whedon.

O escritor participou ativamente da produção de Belas Maldições, minissérie da Amazon que adaptou um de seus livros anteriormente neste ano.

Sandman conta a história de Sonho e os Perpétuos,manifestações antropomórficas de aspectos comuns a todos os seres vivos: Destino, Morte, Destruição, Desejo, Desespero e Delírio.

Sandman está sendo desenvolvida por Allan Heinberg, que também será o showrunner. Gaiman é produtor executivo. O projeto ainda não tem previsão de estreia na Netflix.