Sheldon apresenta muitas manias irritantes ao longo das doze temporadas de The Big Bang Theory, mas uma delas somente foi explicada nos anos finais da série.

Na décima temporada, Sheldon revelou como começou sua mania de bater três vezes nas portas antes de entrar.

No episódio Sheldon revela a Penny que bate nas portas em séries de três batidas por causa de um trauma de infância.


O personagem de The Big Bang Theory explica que ele pegou seu pai traindo sua mãe porque ele falhou em bater na porta por tempo o suficiente antes de entrar. Com isso, ele acabou vendo o pai e a amante se vestindo apressadamente.

Sheldon ainda explica que as três batidas são tradição, enquanto que as adicionais são feitas para as pessoas terem tempo o suficiente de colocarem as calças.

Por fim, Sheldon admitiu a Penny que nunca contou isso a ninguém, o que indica que realmente foi um evento traumatizante para o Dr. Cooper.

Não tão irritante

Sheldon pode ser uma figura extremamente inconveniente em The Big Bang Theory, mas na série derivada Young Sheldon ele ainda não é assim.

Essa decisão partiu da equipe por trás da derivada de The Big Bang Theory.

Em participação no podcast I Saw That Years Ago, Steve Molaro, co-criador da série, explicou que realmente queria criar duas versões diferentes do Sheldon. Isso para criar a ideia de que o personagem evoluiu ao longo dos anos.

“Quando escrevemos o piloto, não queríamos simplesmente escrever o Sheldon adulto e, então fazer uma criança dizer suas falas”, disse Molaro.

“Por mais irritante que seja o Sheldon adulto, ele consegue sair ileso com essas coisas, então decidimos que ele ainda não é essa pessoa ainda – fizemos dele muito mais ingênuo”, continuou o produtor executivo de Young Sheldon.

The Big Bang Theory pode ser assistido, no Brasil, no Globoplay.