ALERTA DE SPOILERS

Como uma grande série épica, Vikings teve muitos personagens marcantes. Boa parte deles, porém, deixou a história de forma trágica com uma morte.

Um desses personagens foi o de Jonathan Rhys Meyers. Bishop Heahmund se tornou querido por muitos fãs na 5ª temporada.

Na passagem marcante, Bishop fez uma aliança com Ivar e se apaixonou por Lagertha. A guerreira tinha ficado viúva com a morte de Ragnar e assim, ganhou uma nova oportunidade de romance.


Ao mesmo tempo, Bishop lutava contra os próprios demônios. No fim das contas, o personagem foi morto ainda no 5° ano.

A morte foi bastante trágica, ainda mais pelo interessante papel que Bishop vinha tendo. Por causa disso, muitos fãs começaram a se questionar sobre qual foi o motivo da saída do ator.

Motivo para morte em Vikings

Para Variety, Meyers explicou o motivo de ter deixado Vikings. O que acontece é que o personagem dele tinha exatamente esse objetivo.

A participação de Bishop traria um novo ar para a série. Porém, logo o personagem seria executado, continuando a tragédia na vida de Lagertha.

“Heahmund é apenas um rodapé na história e não tinha planos para ele continuar. A natureza do personagem e a intensidade dele na série tinham que ser como uma vela; deveria brilhar, dar o seu efeito e ir embora”, declarou o famoso.

Vale notar que o personagem foi baseado em uma figura real. O verdadeiro Bishop também foi morto em 871, na Batalha de Marton.

Há poucos registros sobre a figura que inspirou o personagem de Vikings. Isso também pode ter ajudado na curta passagem do ator pela série.

Vikings termina na 2ª parte da 6ª temporada, que deve chegar no final de 2020. No Brasil, todos episódios já lançados do seriado estão na Netflix.