Fãs de séries de ação e aventura podem comemorar: Warrior Nun já estreou na Netflix. A série repleta de mistérios e reviravoltas surpreendentes está fazendo o maior sucesso com o público brasileiro.

Warrior Nun acompanha a história de uma Ordem da Igreja Católica formada por freiras com poderes sobrenaturais, que se estabelece como barreira entre a humanidade e o mundo das ameaças demoníacas.

Baseada em uma HQ, a série conta com vários detalhes que podem ter passado despercebidos pelos espectadores.


Confira alguns desses detalhes abaixo!

Irmã Shannon

Warrior Nun começa a introduzir sua história com a morte da Irmã Shannon, a poderosa líder da Ordem da Espada Cruciforme. A inclusão da personagem foi uma homenagem às HQs da Freira Guerreira, nas quais Shannon é a protagonista. O visual da personagem foi mudado, e sua morte foi essencial para a chegada da protagonista Ava.

A transformação de Lilith

Outro aspecto das HQs que foi modificado em Warrior Nun é a personagem Lilith. Nos quadrinhos, ela é apenas um demônio. Já na série da Netflix, ela é uma das irmãs da Ordem, que enfrenta um destino sinistro e retorna da morte ainda mais forte.

Castelo familiar 

Nos flashbacks que mostram a primeira freira da Ordem da Espada Cruciforme, Areala, um castelo imponente aparece em destaque. A locação é o Castillo de Almodóvar, palco de várias batalhas da idade média. O mesmo castelo foi usado em Game of Thrones para representar Jardim de Cima, a residência da Casa Tyrell.

Mudança de gênero

Nas HQs de Warrior Nun, um dos principais antagonistas é empresário Julian Salvius, cuja intenção é derrotar a Igreja por qualquer meio necessário. Na série da Netflix, o gênero do personagem é trocado e Julian vira Jillian Salvius, uma CEO e especialista em tecnologia. A motivação da vilã também muda: na série ela quer abrir um portal para o “Paraíso”.

Escarlate

Nas HQs de Warrior Nun, a Freira Escarlate é a avó da Irmã Shannon. Ela lutou contra os nazistas na Segunda Guerra Mundial, e diferentemente das outras irmãs, tinha uma licença especial para matar humanos. Já na série da Netflix, a personagem é uma freira rejeitada pela Madre Superiora por seu temperamento imprevisível e quase sociopata, além do gosto pela violência.

Warrior Nun está disponível na Netflix.