A primeira temporada de Euphoria foi um sucesso. A série rapidamente se tornou um dos programas de TV mais comentados da história recente por uma variedade de razões.

A série da HBO não fez rodeios, pois pintou um quadro realista e muitas vezes gráfico da vida de adolescentes lutando com muitos problemas diferentes. Toxicodependência, nudez, homofobia, violência, chantagem, relacionamentos abusivos e muito mais foram explicitamente exibidos em Euphoria.

Quase todos os episódios foram seguidos por uma longa discussão nas plataformas de mídia social. Um tópico que sempre surgia era o quão louco era o seriado.


Uma das cenas mais controversas da série – e da história da TV – envolveu o ator Jacob Elordi, de A Barraca do Beijo, da Netflix.

Cena do vestiário

A nudez é um aspecto comum em seriados de canais de TV a cabo. No entanto, isso é mais frequentemente associado ao sexo feminino.

A nudez masculina simplesmente não acontece tanto no mundo do cinema e da televisão.

Não foi assim que Euphoria lidou com as coisas. Apenas no segundo episódio, “Stuntin ‘Like My Daddy”, há uma cena que não se intimidou com a nudez masculina.

O episódio levou os espectadores para dentro do vestiário do time de futebol do colégio. Essa cena, com presença do ator de A Barraca do Beijo, foi preenchida com 37 pênis mostrados na tela ao mesmo tempo.

Deve ser algum tipo de recorde. O momento foi considerado polêmico por algumas pessoas que não se sentem confortáveis com esse nível elevado de nudez.

Com Jacob Elordi, a primeira temporada de Euphoria está disponível no HBO Go. Enquanto isso, A Barraca do Beijo e sua sequência, também com o ator, estão disponíveis na Netflix.