Recentemente, a produção de Os Simpsons anunciou que não irá mais empregar dubladores brancos para interpretar personagens não-brancos na série animada.

Agora, um dos dubladores de longa data da série, Harry Shearer, questionou a decisão, alegando que os atores deveriam poder trabalhar fora de sua experiência própria.

Em entrevista à Radio Times, o dublador do Sr. Burns, Ned Flanders e Dr. Hibbert falou sobre o assunto, dizendo que o trabalho do ator é justamente interpretar alguém que ele não é.


“Eu tenho uma crença muito simples sobre atuação. O trabalho do ator é interpretar alguém que ele não é. Esse é o trabalho, essa é a descrição do trabalho”.

Shearer disse que não tem nada em comum com certos personagens que dubla, como é o caso do Sr. Burns, indicando que não há problema nisso e que consegue interpretar bem o personagem apesar dessa diferença.

Ele não leva em conta que, ao dublar um personagem não-branco, ele pode acabar caindo em estereótipos (como foi o caso polêmico envolvendo Apu), além de tirar empregos de atores não-brancos, que se encaixariam melhor em tais papéis.

Mais mudanças

Recentemente, outro desenho passou por grande mudança acerca de seu elenco de dublagem.

O dublador de Cleveland Brown, Mike Henry, anunciou que não dublaria mais o personagem Cleveland, que é negro.

O ator também disse que personagens não-brancos deveriam ser dublados por pessoas não-brancas.

É provável que esses dois casos – de Uma Família da Pesada e Os Simpsons – influenciem outros filmes e séries a seguirem o mesmo caminho.

Os Simpsons lança a 32ª temporada em 27 de setembro, nos EUA.