Friends é uma das séries de comédias mais icônicas da TV. Porém, os fãs não devem levar algumas coisas da trama para vida real.

Durante as 10 temporadas, os espectadores precisam concordar com uma coisa. Friends têm os piores conselhos amorosos.

O momento que mais exemplifica isso é a discussão sobre o relacionamento de Ross e Rachel – se eles estavam ou não dando um tempo no momento que o personagem teve um caso com outra pessoa. Até hoje os fãs discutem isso.


Esse caso está levantando essa conclusão. O psicólogo Bukky Kolawole comentou ao Insider que Friends trouxe conselhos bem ruins.

Conselhos em Friends

Na visão do psicólogo, a discussão dos fãs não deveria ser sobre o dar ou não o tempo. Para o profissional, Ross e Rachel nunca tiveram uma discussão profunda da relação deles.

Até por isso, se separaram muitas vezes e criaram a discussão citada acima. Para Kolawole, não é um bom exemplo de relacionamento para os fãs.

“Se Ross e Rachel abrissem mão de descobrir quem estava certo e tomassem uma visão mais vulnerável e depois mais corajosa, eles podiam trabalhar juntos para salvar o relacionamento e fazer ele mais forte”, comentou o profissional.

A falta de comunicação também fez com que Ross e Rachel nunca se ajudassem de fato. Ou seja, não é um bom exemplo de relacionamento.

“Porque Ross e Rachel ficavam focados no conteúdo da comunicação e infelizmente não sintonizaram uma mensagem mais profunda, fundamental e sentimental para se comunicarem. Infelizmente, perderam a oportunidade de se ajudarem em um momento catastrófico em que os dois tinham lutas emocionais”, completou ainda o psicólogo.

Mesmo assim, a discussão ainda deve continuar. Friends terá uma reunião com o elenco no HBO Max, em que os atores relembrarão a série.

O especial ainda não tem previsão de estreia. No Brasil, Friends está na Netflix.