A primeira metade da quinta temporada de Lucifer se aproxima, mas ela chega junto de más notícias para os fãs da série da Netflix.

Tom Ellis, que interpreta o personagem titular, trouxe novos detalhes sobre esse quinto ano. O astro revelou que a intenção era que a série fosse concluída nessa quinta temporada, mas a renovação surpresa para mais um ano mudou isso.

A notícia ruim é que eles não conseguiram concluir as filmagens do último episódio em razão da pandemia do novo coronavírus.


“Estávamos agonizantemente perto de encerrar, mas a quarentena ganhou a corrida”, disse Ellis em entrevista ao DA MAN. “Ainda temos que gravar 60% do episódio final da quinta temporada”.

O ator de Lucifer continuou falando sobre como espera que as filmagens podem ser retomadas e o que eles terão de enfrentar daqui em diante.

“Vai ser um desafio, no mínimo. Tivemos de encontrar uma forma de nos manter seguros enquanto somos produtivos. Sets de filmagens geralmente são um antro de atividade com pessoas constantemente fazendo ajustes de última hora em lugares apertados”, explicou Ellis.

“Agora, com as restrições, todos precisam revezar para fazer seu trabalho, então vai afetar o quanto conseguimos gravar em um dia”, continuou o ator de Lucifer.

Quinta temporada

O trailer da quinta temporada de Lucifer revela algo que fãs já esperavam por um bom tempo: a chegada do arcanjo Michael, irmão de Lucifer.

No entanto, a caracterização do personagem na série da Netflix será bem diferente de sua contraparte das HQs. Na série, Michael é o irmão gêmeo de Lucifer. O ser celestial chega à Terra fingindo ser o irmão, que voltou ao Inferno no final da quarta temporada.

O trailer também indica que os irmãos vão entrar em conflito até o final dos novos episódios. A luta deve ser uma das mais importantes da história da série.

Em uma entrevista a uma revista especializada em cinema e TV, Tom Ellis abordou a experiência de interpretar os irmãos Lucifer e Michael na nova temporada da série da Netflix.

“Foi um verdadeiro desafio, falando sério. O que eu percebi é que como interpretei Lucifer por mais de 5 anos, é muito fácil para mim entrar e sair do personagem. Viver uma nova figura mexeu com a minha cabeça”, afirmou Ellis.

De acordo com o ator, interpretar Michael o fez desenvolver uma dinâmica diferente com os colegas de elenco.

“Por um bom tempo, me senti como uma fraude perante meus amigos de colegas. Mas foi legal pensar como um personagem diferente para variar. Criei uma série de regras para seguir, o que funcionou com o cronograma apertado das gravações”, contou Ellis.

O ator e a equipe de produção de Lucifer se reuniram para criar as diferenças mais importantes entre a interpretação do Rei do Inferno e do Arcanjo Miguel.

“Como o Lucifer e o Michael são muito diferentes, tive que inventar a maneira como ele anda e fala, sem usar próteses ou maquiagem”, revelou o ator.

Na nova temporada, fãs terão que prestar atenção em alguns aspectos particulares para a diferenciação entre Lucifer e Michael.

Enquanto Lucifer tem o famoso sotaque britânico, Michael fala como os americanos. O Rei do Inferno sempre usa ternos e roupas luxuosas, enquanto Michael aparece com um visual mais casual, com moletons e jaquetas.

Lucifer retorna em 21 de agosto.