ALERTA DE SPOILERS

Como era esperado, a 1ª temporada de The Umbrella Academy deixou os fãs com algumas dúvidas na Netflix. Felizmente, com a estreia do novo ano, a maior delas foi respondida.

A premissa de The Umbrella Academy traz esse mistério. Em 1° de outubro de 1989, 43 mulheres, que não tinham conexão, dão à luz a filhos com poderes extraordinários.

Reginald Hargreeves adota sete para criar uma equipe para lutar contra o crime. Porém, logo surgiu uma importante pergunta.


O que aconteceu com as outras 36 crianças?

Na 2ª temporada, The Umbrella Academy começa a responder isso. Com esses episódios, os fãs descobriram o destino de outras sete crianças.

As outras crianças de The Umbrella Academy

Após a 1ª temporada, os irmãos Hargreeves viajam para os anos 1960 para escapar do Apocalipse. Por lá, Diego é enviado a um hospício.

O personagem consegue fugir com a ajuda de uma personagem chamada Lila. Logo, os fãs descobrem que ela é uma das 43 crianças – mas, que acabou sendo adotada pela Manipuladora.

A Manipuladora encontrou a personagem de propósito após uma missão em Londres. Ela foi adotada uma vez que pode copiar os poderes das outras crianças habilidosas.

Depois, no final da 2ª temporada, os irmãos voltam ao presente e se deparam com a Academia Sparrow. O que parece é que Reginald adotou outras 6 crianças nessa linha do tempo alternativa.

A aparição de Lila e o surgimento dessas crianças é um indicativo de que muitas das 43 crianças podem ter sobrevivido. Assim, podem ter sido adotadas por pessoas diferentes com planos ambiciosos distintos.

“Com a morte do pai, irmãos com poderes extraordinários se reencontram e descobrem surpreendentes segredos de família – além de uma ameaça iminente à humanidade”, diz a sinopse de The Umbrella Academy.

As duas temporadas de The Umbrella Academy estão na Netflix.