A Netflix anunciou a série live-action de Resident Evil. Será mais uma tentativa da famosa franquia de games fazer sucesso em outra mídia.

Antes, Resident Evil ganhou uma série de filmes. Porém, as produções com Milla Jovovich foram criticadas por não terem uma história tão fiel aos games.

A plataforma agora terá uma chance de dar uma trama que atraia também esse público. Mas, vale adiantar, a Netflix também apostará em uma história inédita.


Porém, alguns fãs estão tirando sarro da Netflix por um outro motivo. Na hora do anúncio, muitos brincaram que o projeto é ótimo, mas que logo deve ser cancelado, sem ter um fim.

Muitos internautas mandaram mensagens com o mesmo tema. Alguns até reclamaram dos cancelamentos de séries que ficam sem um desfecho na plataforma.

Confira abaixo as reações dos fãs da Netflix e veja também mais sobre a série de Resident Evil.

Resident Evil na Netflix

A série terá Andrew Dabb como showrunner. Recentemente, ele trabalhou no comando também em Supernatural.

A trama da série se desenrolará em duas linhas do tempo: na primeira, as irmãs Jade e Billie Wesker, ambas de 14 anos, mudam-se para a Nova Raccoon City. Uma cidade corporativa em que elas são forçadas a morar em plena adolescência. Mas quanto mais tempo elas passam lá, mais elas começam a descobrir que a cidade não é o que parece ser e que seu pai pode esconder segredos sombrios. Segredos que podem destruir o mundo.

Na segunda linha do tempo de Resident Evil, que se passa uma década no futuro, há menos de 15 milhões de pessoas vivas na Terra, e mais de 6 bilhões de monstros – pessoas e animais infectados com o T-vírus. Jade, agora com 30 anos, luta para sobreviver nesse novo mundo, enquanto os segredos de seu passado continuam a assombrá-la.

Ao que tudo indica, a série vai se distanciar consideravelmente dos games e possivelmente seguirá um caminho similar ao dos filmes, que também mostrou um futuro pós-apocalíptico.

Nos jogos da Capcom, os zumbis ficaram contidos em Raccoon City, com outros locais passando por crises similares, mas em razão de experimentos separados daqueles conduzidos na cidade americana.

Ainda não há previsão de estreia para a série de Resident Evil na Netflix.