ALERTA DE SPOILERS

Stranger Things quase teve uma história bem diferente na 2ª temporada. Isso faria um amado personagem se transformar em um assassino.

Como os espectadores podem lembrar, Will sempre teve uma forte conexão com o Mundo Invertido. Após ser resgatado, o personagem ainda ficou sofrendo com o trauma – muito por ter o Devorador de Mentes conectado a ele.

Na 2ª temporada, parte da trama é fazer Will conseguir se livrar dessa conexão. Por conta disso, ele é até levado ao misterioso laboratório de Hawkins.


Os fãs viram que o Devorador de Mentes podia até controlar Will. Por conta disso, Stranger Things quase usou isso de forma sombria.

O personagem seria transformado em um assassino. Claro, tudo sendo controlado pelo monstro da série da Netflix.

Papel sombrio em Stranger Things

Os Irmãos Duffer colocariam Will sendo o autor de uma morte chocante. O plano original era que o personagem matasse Bob.

Como se sabe, Bob é morto no final da 2ª temporada. Porém, ele tem uma morte heroica ao salvar a todos – o personagem é assassinado por um Demogorgon.

Nesse outro plano, Bob morreria logo no 3° episódio. No capítulo, há a cena em que o namorado de Joyce leva Will até a escola e fala com ele sobre os medos da vida.

A ideia seria ter a morte nesse momento – com Will controlado pelo Devorador de Mentes. Porém, todos adoraram Bob e decidiram que manteriam ele até o final da temporada.

“Quando um garoto desaparece, a cidade toda participa nas buscas. Mas o que encontram são segredos, forças sobrenaturais e uma menina”, diz a sinopse.

Stranger Things tem 3 temporadas na Netflix. A série está renovada para o 4° ano.