O reality show A Fazenda pegou todos de surpresa quando o apresentador, Marcos Mion, fez uma citação a Thanos no meio de um de seus discursos no programa.

Falando sobre eliminações dos participantes do programa, Mion fez uma longa declaração e acabou dizendo uma frase do vilão da Marvel, que ouvimos em Vingadores: Guerra Infinita.

“Antes de anunciar quem venceu a guerra de hoje, eu quero deixar uma frase de alguém que quase dominou o mundo em uma guerra infinita”.


“Ele disse o seguinte: ‘Eu sei como é perder. Ter a certeza do que está certo e falhar mesmo assim. É aterrorizante, deixa as pernas trêmulas’. Essa frase é de um cara chamado Thanos”, continuou o apresentador.

Claramente a Marvel conseguiu o que queria e transformou Thanos em um verdadeiro ícone da cultura pop. Resta esperar para saber até quando.

Obviamente, os fãs começaram a comentar nas redes sociais de imediato. Veja, abaixo, algumas reações.

Novo vilão

Após Thanos, a Marvel já prepara seu próximo grande vilão: Kang, o Conquistador.

Recentes reportagens apontam que Jonathan Majors, de Lovecraft Country, viverá Kang o Conquistador em Homem-Formiga 3. Mas quem exatamente é esse vilão? Vamos passear um pouco pela sua história na Marvel.

Já é claro que o Multiverso será uma das peças chave dessa Fase 4 do Universo Cinematográfico Marvel. Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, WandaVision, Loki, todas essas obras lidarão com isso e Homem-Formiga não deve ser exceção.

De fato, esse conceito já foi explorado, mesmo que por alto, em Vingadores: Ultimato e suas viagens no tempo. Aí entra Kang.

Nos quadrinhos, o vilão começou como Nathaniel Richards, descendente de Reed Richards, do Quarteto Fantástico. Ele nasceu no século 30, em um mundo consumido pela violência e Kang trouxe a paz conquistando o planeta.

Ao conseguir uma máquina do tempo, ele expandiu suas conquistas ao longo da história, assumindo várias identidades no processo.

Com pouco respeito ao tempo em si, Kang já fez várias bagunças nas linhas do tempo e constantemente chega a encontrar a si mesmo. Eventualmente, suas diferentes versões praticamente funcionam isoladamente, e uma delas chegou a fundar os Jovens Vingadores.

No seu tempo original, a humanidade já dominou a tecnologia para melhorar qualidades físicas, como força e velocidade. Assim sendo, ele é mais que um humano comum, funcionando no mesmo nível que personagens como o Capitão América.

Fazendo jus à herança de Reed Richards, ele é um gênio sem igual e um brilhante estrategista. Ele foi capaz de conquistar todo o século 30 e estendeu suas conquistas ao limbo, que pode ser uma realidade análoga ao Reino Quântico do MCU.

Nos quadrinhos da Marvel, Kang veste uma resistente armadura e tem acesso a todas as armas da História, incluindo algumas criadas após o século 30, que ele chegou a ver e adquirir em suas viagens no tempo. Ele chegou a incorporar uma tecnologia capaz de trazer as armas que ele quer através da sua armadura, usando tecnologia de viagem no tempo.

Além disso, ele recruta grandes guerreiros em suas viagens, derrotando-os em combate, acrescentando-os ao seu exército. Naturalmente ele lidera os exércitos na frente do combate.

Com isso, Kang, O Conquistador, pode muito bem ser uma ameaça ainda maior que Thanos no Universo Cinematográfico Marvel.