Como o drama médico mais duradouro da TV, Grey’s Anatomy conta com uma alta rotatividade de atores. Alguns saíram porque a trama de seus personagens realmente havia chegado ao fim.

Certos personagens da série, no entanto, tiveram seus enredos cortados e modificados por decisões da produção. Não é uma novidade para muitos fãs da série o fato de alguns atores terem sido demitidos nos mais de 15 anos de história de Grey’s Anatomy.

Uma destas personagens foi Erica Hahn, interpretada por Brooke Smith. A médica deixou Grey’s Anatomy em sua quinta temporada.


Confira abaixo por que a personagem não retornou para Grey’s Anatomy!

Demitida

Como Dra. Erica Hahn, Brooke Smith foi uma das primeiras personagens LGBTQ de Grey’s Anatomy. No entanto, antes que a série pudesse explorar o relacionamento da médica com Callie, a personagem foi cortada.

Erica é até hoje lembrada como uma pioneira em Grey’s Anatomy, na época em que a série não era acostumada a mostrar diversidade sexual e de gênero.

A personagem de Brooke Smith e Callie Torres eventualmente se envolveu com Callie Torres. A médica ainda estava confusa sobre sua sexualidade, a relação acabou não dando certo.

Hahn deixou Grey’s Anatomy de maneira abrupta, após uma briga com Callie sobre o que o Hospital deveria fazer com Izzie. A personagem havia roubado dos pacientes de Erica um coração para Denny, seu paciente e grande amor.

Depois da briga, Erica Hahn simplesmente entrou em seu carro e nunca mais voltou para a trama de Grey’s Anatomy.

A decisão de excluir a personagem da trama da série veio direto dos executivos da ABC.

Brooke Smith afirmou ao Entertainment Weekly que “ficou surpresa e desapontada ao saber que os roteiristas não escreveriam mais tramas para a personagem”.

“Eu mudei a minha família toda para Los Angeles por esse papel, então fiquei bastante frustrada”, contou a atriz.

Grey’s Anatomy já foi renovada para a 17ª temporada.