Jim Parsons é o eterno Sheldon de The Big Bang Theory. Sendo assim, é difícil o ator dar uma entrevista e não falar sobre o icônico papel.

Ao Jimmy Fallon, o astro da comédia voltou a comentar sobre Sheldon. Dessa vez, porém, com uma perspectiva diferente.

O ator de The Big Bang Theory comentou como Sheldon estaria na pandemia do coronavírus (COVID-19). Como muitos fãs imaginam, o astro respondeu que o personagem “foi feito para isso”.


“Esse era o momento que ele estava esperando. Eu disse antes, nós tivemos um episódio inteiro, que eu só percebi agora pouco, que ele teve uma espécie de robô Sheldon em que tinha uma tela com o rosto dele. E isso era quando as pessoas ainda se reuniam em grupos. Não me toque, não espirre em mim. Ele estaria bem”, brincou o ator.

O episódio em questão é o 2° da 4ª temporada, com o título The Cruciferous Vegetable Amplification. Nele, Sheldon acha que pode morrer por ter o corpo muito frágil.

Assim, fica no quarto comandando o robô. Relembre abaixo essa invenção do protagonista de The Big Bang Theory.

Ator teve coronavírus

Jim Parsons contou ainda que teve coronavírus. O famoso e o marido Todd Spiewak foram infectados ainda em março.

Porém, o ator de The Big Bang Theory não sabia que estava com a doença. O casal só foi perceber quando perdeu o olfato e o paladar.

“Nós achávamos que era um resfriado. E então, começou a parecer menos isso quando paramos de sentir o cheiro e o gosto das coisas. Totalmente e isso combina com as descrições. Eu não conseguia dizer o quanto tinha perdido. E estávamos na quarentena e só podíamos comer. Foi brutal”, relatou o famoso.

O astro agora se prepara para lançar The Boys in the Band na Netflix. O filme chega em 30 de setembro.

Enquanto isso, The Big Bang Theory pode ser vista no Globoplay.