Lucifer é uma das séries mais populares da Netflix. Após ser cancelada pela Fox, a produção ganhou uma nova chance na plataforma e lançou uma ótima quarta temporada com grandes desenvolvimentos na trama.

Recentemente, a Netflix deixou fãs ansiosos para a estreia da primeira parte da quinta temporada de Lucifer, que chegou em 21 de agosto. A plataforma aumentou ainda mais a expectativa com a renovação da série para mais uma leva de episódios.

Originalmente, a série terminaria na quinta temporada, mas a Netflix firmou um novo contrato com Tom Ellis e garantiu mais um ano.


Enquanto a segunda parte da quinta temporada não estreia na Netflix, fãs estão aproveitando para analisar os episódios mais antigos da série.

Confira abaixo como dois personagens esquecidos de Lucifer podem ser essenciais para a conclusão da série!

Os pais de Chloe Decker

Desde a primeira temporada de Lucifer, fãs queriam saber por que Chloe Decker tem a habilidade de deixar o Rei do Inferno vulnerável.

A série já revelou, em partes, o motivo da influência da personagem. Chloe nasceu por um milagre, um ato deliberado de Deus, conduzido pelo poder de Amenadiel. Ela faz parte do plano do Criador para seu filho, embora os detalhes ainda não tenham sido revelados.

Chloe foi criada como um “presente” para Lucifer, provavelmente para ajudá-lo em seu crescimento pessoal.

Em meio a todos esses detalhes, fãs se lembraram da mãe de Chloe Decker, que já apareceu em suas primeiras temporadas, interpretada pela icônica atriz Rebecca de Mornay.

Penelope, a mãe de Chloe, era uma atriz famosa nos anos 80, e incentivou a filha a também buscar uma carreira de sucesso em Hollywood.

Durante seu casamento com John Decker, Penelope sofreu grandes dificuldades para engravidar. Com isso em mente, Amenadiel abençoou o casal e possibilitou o nascimento de Chloe.

“Tudo que eles disseram foi que Deus enviou Amenadiel para abençoar Penelope para que ela pudesse ter uma filha. Ainda não sabemos se Deus decidiu que o bebê seria uma menina, ou que se apaixonaria por Lucifer. Tudo isso ainda deve ser revelado”, explicou um usuário do Reddit.

Infelizmente, o pai de Chloe morreu antes do início da série, quando a jovem tinha apenas 19 anos. John Decker era um policial da LAPD, morto por criminosos em um assalto.

A morte do pai foi um dos motivos para a protagonista escolher sua carreira como policial.

No episódio do universo alternativo, exibido na terceira temporada, Deus manipula eventos para impedir a morte de John Decker, o que remove a razão que fez Chloe se juntar à força policial.

Neste universo, a intenção de Deus era mostrar para Lucifer o que aconteceria se ele nunca tivesse encontrado Chloe.

A segunda parte da quinta temporada de Lucifer ainda não tem data de estreia.