La Casa de Papel é a série de língua espanhola mais popular da Netflix. No Brasil, a produção se tornou um verdadeiro fenômeno cultural, inspirando fantasias, músicas e muito mais.

A quarta temporada de La Casa de Papel já chegou à Netflix. Neste ano, milhões de pessoas correram para maratonar os episódios, que corresponderam (e até superaram) as expectativas de muita gente.

Enquanto a nova temporada da série não estreia, um dos astros da produção deu uma entrevista sobre sua trajetória e a maneira como lida com o peso da fama.


Confira abaixo!

Problemas pessoais

Miguel Herrán é conhecido principalmente como o Rio, um dos personagens mais queridos de La Casa do Papel. O ator atua também na elogiada Elite, além de outras produções conceituadas da Netflix.

Em uma entrevista recente, divulgada pelo site Glamurama, o ator contou que sofreu de vigorexia na adolescência. Para quem não sabe, vigorexia é considerada a “anorexia masculina”, quando um jovem não se sente bem com o próprio corpo e tenta cada vez mais aumentar a massa muscular.

Felizmente, o astro de 23 anos buscou tratamento e hoje em dia está curado e bem com o próprio corpo.

“Nunca me senti tão satisfeito com minha aparência como me sinto agora”, relatou o ator.

Em outra entrevista, Herrán revelou que demorou para começar sua carreira artística, e que em sua época de escola fazia o possível para não chamar atenção.

“Nas peças de teatro da escola, muitos meninos queriam os papéis principais. Eu, no entanto, só me interessava por papéis de árvores, rochas ou figurantes, para passar despercebido”, comentou Herrán.

A vida de Miguel Herrán mudou completamente em 2015, quando foi convidado pelo diretor Daniel Guzmán para atuar na produção “A Cambio de Nada”. Por sua performance, o astro de La Casa de Papel ganhou o prêmio Goya de Ator Revelação.

Como um dos atores espanhóis mais famosos da atualidade, Miguel Herrán também lida com os aspectos mais obscuros da fama.

“Todos acham que não podemos nos queixar de nossas vidas… O dinheiro não me deixou feliz, pelo contrário, aumentou minhas preocupações. Me deixou mais ambicioso. Nos outros aspectos, tudo continuou igual ou pior”, opinou Herrán.

A quinta temporada de La Casa de Papel ainda não tem data de estreia.