ALERTA DE SPOILERS

A 8ª temporada de The Walking Dead traz um momento chocante. Carl Grimes, o filho de Rick, é morto.

Para os fãs, esse é um dos maiores erros do seriado. Nos quadrinhos, Carl é um dos únicos sobreviventes do grupo original.

O personagem, inclusive, é parte essencial para o encerramento da história. Além disso, com a saída de Rick na 9ª temporada, Carl, na TV, poderia seguir o legado do pai.


A decisão de The Walking Dead não chocou apenas os fãs. Chandler Riggs também ficou surpreso ao descobrir que Carl seria cortado da série.

Desde então, muitos fãs se perguntam o que pode ter acontecido. Alguma disputa ou briga marcou The Walking Dead para isso acontecer?

O verdadeiro motivo já foi revelado. Confira abaixo.

Saída de The Walking Dead

Por mais incrível que pareça para os fãs, a decisão de cortar Carl foi por conta da história. O então showrunner Scott Gimple achou que a morte do personagem seria o melhor caminho.

A revelação foi feita em entrevista ao The Hollywood Reporter. O profissional, que hoje é chefe de conteúdo da franquia, definiu a morte como “uma reviravolta da história”.

“Não tivemos nenhum pedido da produção ou do ator. Tudo está relacionado com a história. É muito difícil perder alguém que você trabalha há tanto tempo, como trabalhamos com ele. É algo duro. Esperamos contar uma boa história”, declarou o showrunner.

Chandler Riggs confirmou que foi puramente uma decisão de história de Gimple. Após a saída do ator, houve até uma polêmica.

O famoso estava pronta para começar a universidade e até comprou uma casa na Georgia (EUA), onde acontece as gravações do seriado.

“Foi devastador para mim e para minha família. Por alguns dias, não sabíamos o que fazer; eu acabei de comprar uma casa por perto. Foi algo grande”, relatou o ator de The Walking Dead na época da saída.

The Walking Dead está em hiato da 10ª temporada. A série volta com novos episódios em 2021.