O mercado das plataformas de streaming se torna cada dia mais concorrido, e o Brasil é um dos principais campos de batalha entre as principais empresas da área. A supremacia da Netflix agora é ameaçada pelo lançamento da Amazon Prime e Disney+, além de um serviço completamente brasileiro: o Globoplay.

Lançado em 2015, o Globoplay ficou realmente famoso nos últimos anos. Além de contar com produções de sucesso da Rede Globo, novelas clássicas e programas originais, a plataforma disponibilizou algumas das séries internacionais mais icônicas da TV.

Recentemente, a plataforma disponibilizou em seu catálogo a série A Voz Mais Forte: O Escândalo de Roger Ailes, produção baseada em fatos reais que traz Russell Crowe irreconhecível no papel principal.


Confira abaixo tudo sobre a trama da série, e sua inspiração na vida real!

O escândalo

Produzida pela Showtime e lançada em 2019, A Voz Mais Forte adapta para a TV um dos maiores escândalos da história da TV nos Estados Unidos.

A produção é baseada no livro ‘The Loudest Voice in the Room” de Gabriel Sherman, e traz um irreconhecível Russell Crowe como Roger Ailes, a mente por trás do jornalismo da Fox, acusado de abuso e assédio sexual por múltiplas mulheres.

Roger Ailes foi o principal comandante da Fox News por 20 anos. Foi ele quem definiu a linha editorial conservadora da emissora, e ajudou a popularizar um estilo de jornalismo essencial para a “era da pós-verdade”.

Em julho de 2016, Ailes foi acusado de assédio sexual por Gretchen Carlson, ex-âncora da Fox News interpretada por Naomi Watts em A Voz Mais Forte. A jornalista afirmou que foi demitida por recusar os avanços do chefe, que já eram rotina no dia a dia da emissora.

Menos de duas semanas depois, a apresentadora Megyn Kelly, também da Fox, confirmou as acusações de Carlson e afirmou que também havia sido assediada pelo chefão do canal.

Conhecida principalmente por seu apelo ao público conservador de direita, Megyn Kelly surpreendeu ao falar publicamente sobre o assédio, principalmente em seu livro “Settle For More”, lançado em 2016.

Ailes negou ter cometido qualquer ato inapropriado, mas devido às pressões dos donos da Fox e executivos da emissora, renunciou ao cargo.

As acusações, no entanto, não pararam por aí. A revista New York reportou, semanas após a saída de Ailes da Fox, que a diretora Laurie Luhn também havia sido assediada pelo jornalista, e que funcionários da emissora ajudaram a abafar as alegações.

A história parece familiar¿ Isso é porque ela já foi adaptada para o cinema no filme O Escândalo, com John Lithgow como Roger Ailes e Nicole Kidman, Charlize Theron e Margot Robbie nos papéis principais.

Transformação incrível

Um dos aspectos mais interessantes de A Voz Mais Forte é a transformação de Russell Crowe no infame ex-comandante da Fox.

O rosto “de verdade” do ator neozelandês fica escondido sob mais de 2 quilos de silicone e látex e próteses bucais. Para criar a forma física de Roger Ailes, a produção da série usou uma espécie de maiô de lycra recheado de poliéster debaixo do figurino.

“A maquiagem faz grande parte do seu trabalho para você, então é fácil relaxar. Olhar no espelho e não reconhecer nenhuma parte do seu rosto… eu achei libertador”, afirmou Crowe em uma entrevista ao The Today Show.

Inicialmente, a transformação de Russell Crowe em Roger Ailes demorava 6 horas para ser completada. Com o desenvolvimento da produção, os maquiadores aprimoraram as técnicas e o tempo foi reduzido para três horas.

A Voz Mais Alta – O Escândalo de Roger Ailes está disponível na Netflix.