Não é de hoje que alguns fãs imaginam um romance entre Daryl e Carol, mas, por enquanto, eles permanecem amigos em The Walking Dead. Agora, a showrunner atual da série falou sobre a formação desse possível casal.

Daryl e Carol vão protagonizar sua própria série derivada, o que, obviamente, reacendeu o debate sobre o romance entre os dois.

“É interessante porque, do ponto de vista do roteiro, e do lado criativo, falando com Norman e Melissa ao longo dos anos, esses dois têm um relacionamento muito profundo”, disse Kang ao Digital Spy.


“Mas de muitas maneiras, não acho que qualquer um deles tenham sido muito abertos a conexões dessa maneira. Sempre pareceu como se estivessem contando a história de uma amizade platônica. Isso vai parar em algum outro lugar? Talvez – tudo é possível”.

A showrunner de The Walking Dead ainda falou sobre as dificuldades dos dois personagens em se conectar com outras pessoas.

“Carol sempre teve dificuldade para se conectar profundamente com alguém, por ter medo de perder as pessoas”, disse a showrunner, fazendo referência ao fato dela ter perdido Sophia e Henry.

“Ela sempre teve uns casos e acabou ficando um tempo com Ezekiel, mas mesmo isso acabou. Ela precisava de um pouco de alegria e descontração, o que ela conseguiu no relacionamento com Ezekiel”.

Já sobre Daryl, Angela Kang disse que é difícil para ele confiar em alguém, em razão do abuso físico e emocional que sofreu no passado.

“Pensamos que seria interessante continuar explorando algumas coisas. Há muito terreno fértil para evoluir essa relação, possibilitando que eles descubram coisas um sobre o outro”.

Muito mais The Walking Dead

Como se sabe, o universo tem Fear the Walking Dead e ainda está ganhando The Walking Dead: World Beyond. Além delas, mais duas séries estão programadas.

Uma é sobre Daryl e Carol, interpretados por Norman Reedus e Melissa McBride.

A série de The Walking Dead está em desenvolvimento, com lançamento marcado para 2023. Depois, os fãs também terão um seriado antológico chamado Tales of the Walking Dead, que pode até contar com o retorno de personagens que já foram mortos.

Do outro lado, no cinema, a trilogia de filmes de Rick continua sendo uma prioridade. A distribuição ficará por conta da Universal Pictures, mesmo estúdio de Velozes e Furiosos e Jurassic World.

Portanto, o “cancelamento” de The Walking Dead está mais para uma mudança de planos, que busca revitalizar a franquia, dando fim a uma era e começo a outra. Esse universo compartilhado continuará mais vivo do que nunca.

Como citado anteriormente, The Walking Dead volta no dia 4 de outubro no Brasil.