O criador de CSI: Investigação Criminal, Anthony E. Zuiker, revelou que foi terrível trabalhar com Justin Bieber.

Em entrevista ao Jornal O Globo sobre os 20 anos da série americana, ele criticou o cantor, que participou de dois episódios da décima primeira temporada. Na época, Justin tinha apenas 16 anos.

“Eu nunca gostaria de trabalhar com Justin Bieber novamente. Foi terrível. Foi muito problemático no set. Mas prefiro acreditar que era porque era muito jovem”, disse.


Na série, Justin Bieber interpretou um adolescente problemático chamado Jason McCann. Os episódios foram ao ar em 2011 e chamaram a atenção para a cena em que Jason McCann foi morto por policiais.

Já que muitos odiavam Justin Bieber, a cena se tornou viral na internet como se fosse sua morte.

Péssimo comportamento no set

A atriz Marg Helgenberger disse, em entrevista a uma rádio francesa em 2011, que Justin Bieber era “um garotinho” durante a gravação de CSI: Investigação Criminal.

“Ele trancou um dos produtores em um armário e destruiu um bolo”, disse.

Na época, Justin Bieber respondeu ao comentário da atriz no Twitter.

“É meio chato quando alguém que você conheceu rapidamente e com quem nunca trabalhou faz comentários sobre você. Continuarei a desejar boa sorte e ser gentil”, escreveu o cantor.

O Hollywood Reporter relatou que Justin Bieber ficou doente depois de gravar a série e foi levado para o hospital Providence Saint Joseph em Burbank. O cantor teve uma reação alérgica.