Emily em Paris é renovada e fãs da Netflix reclamam; veja o motivo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Lançada em outubro, Emily em Paris mostra Lily Collins no papel principal como uma executiva de marketing nascida e criada em Chicago. Enviada a Paris para trabalhar em uma empresa de relações públicas de luxo, Emily Cooper lentamente se ajusta à sua nova vida europeia, além de se envolver em um triângulo amoroso.

O seriado de dez episódios do criador de Sex and the City e Younger, Darren Star, logo ganhou uma comunidade de fãs ferrenha, para desgosto dos críticos de TV franceses.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Enquanto Collins é otimista e a Emily ligeiramente irritante é principalmente agradável e engraçada, a série em si não é tão adorável. Se baseia fortemente em clichês sobre a França e os franceses, embora apenas ocasionalmente faça uma crítica humorística aos Estados Unidos.

A gigante do streaming anunciou a renovação para uma segunda temporada em novembro com um clipe no qual os protagonistas comemoram a conquista como seus personagens.

“Deux é melhor do que un”, Lily Collins escreveu em suas plataformas sociais.

“Obrigada, pessoal, pelo amor e apoio e espero que vocês estejam tão animados quanto nós”, ela adicionou.

Alguns fãs da série receberam bem a notícia de uma segunda temporada, ansiosos para descobrir o que aconteceria após a reviravolta do final da primeira temporada. A nova temporada também contará com uma participação especial da própria Carrie Bradshaw, interpretada por Sarah Jessica Parker? Veremos.

Reclamações do público

Nesse ínterim, os detratores da série não ficaram nada felizes em saber que precisarão suportar a segunda temporada. Muitos ainda estão de luto pelos cancelamentos que a Netflix fez no início de 2020.

“Como pode a bagunça absoluta de Emily em Paris conseguir uma segunda temporada, mas Caçadoras de Recompensas ser cancelada? Uma série muito melhor”, escreveu uma internauta no Twitter.

“Será em francês ou Emily se sente validada o suficiente para continuar sem se preocupar em aprender e usar o idioma?”, apontou outra pessoa.

Uma terceira usuária do Twitter zombou: “Emily em Paris foi uma loucura escapista agradável. Obrigada. Talvez na segunda temporada ela pudesse escrever algum conteúdo do Instagram mais longo do que uma hashtag. E usar mais de uma hashtag. Ou apenas sigo um bando de gente tagarela?”

Emily em Paris está agora disponível na Netflix. As reações mencionadas nesta matéria e algumas outras você pode ver abaixo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio