Fãs alegam que Supernatural foi censurada e protestam nas redes

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Alerta de spoilers!

Uma das cenas mais dramáticas da temporada final de Supernatural é a “morte” de Castiel. Ele finalmente declara seus sentimentos por Dean e se sacrifica. Agora a série tem causado polêmica em razão da cena na versão em espanhol ser diferente.

Os fãs tem alegado que a CW censurou a cena original ao verem o mesmo momento em espanhol. Depois que Castiel diz a Dean que o ama, no original, Dean diz: “Não faça isso, Cas”. Já na versão em espanhol, ele responde: “Yo a ti, Cas” (eu também te amo, Cas).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Muitos acreditam que essa mudança ocorreu de última hora na emissora original e, para as versões traduzidas, não tiveram tempo de fazer as alterações.

“Morri com essa cena. Destiel é canônico”, tuitou um fã.

“A CW explicitamente cortou conteúdo queer nos EUA, mas não fez isso nos estúdios internacionais a tempo, embora um vazamento anterior tenha ocorrido. Deixem de seguir todas as contas oficiais de série da CW. Agora”.

“Meu amigo trabalha com traduções e ela disse que é possível que as pessoas que trabalhavam na dublagem tenham recebido uma versão não finalizada do áudio para traduzirem. Então eles provavelmente gravaram isso e cortaram próximo de ir ao ar”, citou um fã em seu tuite.

“A CW cortou a cena de Dean dizendo que também ama Castiel depois de provocar os fãs LGBTQ+ por 15 anos”, escreveu outro fã.

“Representatividade na CW: Anjo gay: morreu por se apaixonar. Caçadora lésbica: morreu em uma banheira. Bissexual: silenciado e morto para não sair do armário. Outro bissexual: vira vilão. Deficiente auditivo: morto e esquecido”, escreveu outro fã.

Quase pegou fogo na série

Castiel é um dos personagens mais queridos de Supernatural e permaneceu praticamente até o fim das aventuras dos irmãos Winchester. Agora, o ator Misha Collins revelou que quase pegou fogo ao gravar a sua cena de introdução na quarta temporada.

A cena em questão mostra Castiel entrando no celeiro, enquanto faíscas das luzes queimadas caem sobre ele, tudo enquanto leva tiros sem nem pestanejar. A cena foi gravada usando efeitos práticos e quase deu muito errado.

Em entrevista a Vlada Gelman, do TV Line, Misha Collins lembrou sobre como quase pegou fogo durante essa sequência.

“Tinham rojões no meu corpo e eles estavam explodindo e eu não deveria reagir de qualquer forma”.

“É como um tiro, é bem perturbador. Eu estava tentando não reagir a tiros disparados no meu corpo e foi muito difícil”.

“Ainda tinham essas faíscas saindo das luzes. Eles umedeceram meu cabelo para não pegar fogo, mas lembro das faíscas caindo na minha cabeça e estava doendo, mas eu tentava não reagir a isso. Então o diretor Kim Manners me disse: ‘Vamos novamente, e tente não chiar tanto”.

Realmente não deve ter sido tão fácil gravar essa cena de Supernatural. Ao menos, no fim, deu tudo certo.

No Brasil, Supernatural está disponível em serviços de streaming como Amazon Prime Video e Globoplay. Veja o momento em questão da série, abaixo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio