Contém spoilers!

Com apenas dois episódios pela frente, Supernatural aparentemente matou Castiel pela última vez. No entanto, o momento se mostrou controverso por vários motivos. Por quinze temporadas, Supernatural contou a história de Dean Winchester (Jensen Ackles) e seu irmão Sam (Jared Padalecki).

Em relação aos negócios da família, eles atravessaram a América, salvando pessoas e caçando coisas.

Ao longo dos anos, eles enfrentaram tudo, desde wendigo e vampiros a demônios e anjos desonestos. Sua família não convencional oscilou naquele tempo, com seu aliado de confiança, o anjo Castiel (Misha Collins), mais consistentemente voltando para o seu lado.


Esse fato permaneceu verdadeiro durante a temporada final, enquanto a equipe lutou contra suas maiores ameaças de todos os tempos: Morte (ou Billie) e Deus (ou Chuck).

Em um esforço para derrotar o primeiro de uma vez por todas e salvar a vida de Dean, Castiel se rendeu a um acordo que havia fechado anteriormente com a Sombra do Vazio.

Com Castiel experimentando um momento de verdadeira felicidade, a entidade sobrenatural, como prometido, veio para absorver sua alma… derrubando Billie no processo.

Esta não foi a primeira vez que Castiel deu sua vida pela causa. Dito isto, desta vez teve um ar de finalidade, dada a natureza mais pungente da sua despedida. Da mesma forma, o momento lembrou a primeira introdução de Castiel – ele deixou uma marca de mão no ombro de Dean em ambas as vezes -, concluindo assim as coisas.

Na preparação para seu sacrifício, Castiel abriu seu coração para Dean. O anjo disse a ele como ele sempre se perguntou como seria seu momento de verdadeira felicidade, já que o que ele realmente queria era algo que ele não poderia ter.

No entanto, ele percebeu que a felicidade não vinha de ter algo, mas apenas do sentimento e da expressão. Foi então que Castiel, em lágrimas, disse a Dean que o amava.

Os fãs imediatamente foram para a mídia social, acreditando nisso para confirmar que “Destiel” (um possível romance de Castiel e Dean) agora era canônico. Seria difícil argumentar contra tais declarações.

Afinal, embora o grupo muitas vezes expresse amor um pelo outro, as palavras finais de Castiel tinham mais do que um toque romântico – especialmente, com Dean sendo abertamente heterossexual, em Castiel sendo incapaz de ter o que queria.

Em meio a todas as comemorações da confirmação, no entanto, também houve alguma reação compreensível por causa do histórico de “iscas LGBT” de Supernatural e muito mais.

Revelação polêmica

Durante grande parte de sua jornada, Supernatural foi acusada de usar “iscas LGBT” – indicando uma dinâmica romântica (principalmente por humor), mas nunca se comprometendo com a verdadeira representatividade LGBT.

O conceito tem causado divisão entre a comunidade de fãs do seriado, com tantos contestando a validade de “Destiel” quanto apoiando-a. A última declaração de Castiel apenas alimentou esse debate.

Afinal, Dean nunca devolveu o sentimento, deixando-o totalmente unilateral e, potencialmente, nunca terá que realmente reconhecê-lo ou abordá-lo.

Além disso, a declaração de Castiel já foi amplamente vista como “muito pouco, muito tarde”. Foi ótimo ver o personagem de longa data finalmente expressar seus verdadeiros sentimentos (e sexualidade), bem como Collins realmente impressionar com seu desempenho.

No entanto, muitos consideraram isso como uma anulação retroativa dos exemplos anteriores de “iscas LGBT” ao tornar Castiel canonicamente LGBT – sem mencionar o silêncio das acusações mencionadas enquanto ele finaliza seu legado.

Uma grande parte das críticas veio do fato de Supernatural ter passado de “iscas LGBT” ao clichê de matar um personagem logo depois de revelar que ele é gay. Vários programas foram culpados dessa gafe do entretenimento nos últimos anos. Na verdade, muitas produções da CW foram particularmente criticadas por isso.

No entanto, ninguém jamais conseguiu isso de maneira tão rápida. Castiel mal terminou de pronunciar as palavras antes de morrer. Claro, com dois episódios ainda restantes, ainda há uma chance de Castiel fazer mais um retorno milagroso.

Sendo assim, seria interessante ver como sua declaração será tratada.

No Brasil, Supernatural é exibida pelo Warner Channel. Também está disponível em serviços de streaming como Amazon Prime Video e Globoplay.