Nova série da Netflix cria polêmica e vira caso de polícia

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A adaptação de Mira Nair do romance best-seller de Vikram Seth, Um Rapaz Adequado, está criando uma tempestade para a Netflix na Índia depois que a série britânica retratou uma garota hindu beijando um garoto muçulmano no cenário de um templo hindu.

A Netflix adquiriu a série em julho como parte de um acordo com a BBC Studios, dona da produtora Lookout Point de Um Rapaz Adequado.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O drama luxuoso – originalmente feito para a BBC One e adquirido pela Acorn TV nos Estados Unidos – é escrito por Andrew Davies e conta a história da animada estudante universitária Lata, que atingiu a maioridade no norte da Índia em 1951.

Mas o seriado atraiu polêmica política na Índia. Gaurav Tiwari, líder da ala jovem do partido governante indiano Bharatiya Janata, apresentou uma queixa à polícia sobre o drama de “filmar cenas de beijo sob as instalações do templo”.

Polêmica na Índia

A reclamação mencionou Monica Shergill, vice-presidente de conteúdo da Netflix na Índia, e a diretora de políticas públicas Ambika Khurana.

Ele acrescentou que Um Rapaz Adequado “incentiva o amor jihad”, uma teoria da conspiração que postula que os muçulmanos estão seduzindo mulheres hindus e forçando-as a se converterem ao islamismo. A teoria não comprovada ganhou popularidade entre grupos de direita e o Partido Bharatiya Janata.

Narottam Mishra, ministro do estado de Madhya Pradesh, também expressou suas preocupações.

“Tem cenas extremamente questionáveis ​​que feriram os sentimentos de uma religião em particular”, disse ele no Twitter, de acordo com uma tradução da Reuters.

“Eu ordenei aos policiais que testassem esse conteúdo controverso para determinar que ação legal pode ser tomada contra o produtor ou diretor da série por ferir sentimentos religiosos.”

O serviço de streaming não quis comentar sobre o assunto quando contatado pela imprensa norte-americana.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio