Prejuízo: pesquisa revela quantos usuários da Netflix compartilham senha

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com os acontecimentos atuais no mundo de hoje, tornando a economia de dinheiro uma perspectiva mais importante do que nunca, as pessoas ficaram sem outra opção a não ser reduzir os luxos.

As assinaturas recorrentes costumam estar no topo da lista quando se trata de se livrar de despesas desnecessárias, e a Netflix, aparentemente sem aversão a tomar decisões difíceis, deu a muitos usuários existentes todo o incentivo de que precisam para colocar o serviço de streaming em primeiro lugar na fila para cortar gastos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Para quem não sabe, a empresa confirmou que os preços de vários pacotes de adesão seriam aumentados com efeito imediato na América do Norte, resultando inevitavelmente em críticas contundentes.

À luz desse acontecimento, Kill the Cable Bill realizou uma pesquisa com leitores não apenas para discernir quanto do impacto sobre os resultados financeiros da Netflix o anúncio acima mencionado provavelmente terá, mas várias outras estatísticas, incluindo tendências de compartilhamento e dados demográficos, para citar apenas algumas.

O site revelou em sua análise dos números que 52,5% dos usuários da Netflix, em um momento ou outro, compartilharam sua senha e detalhes de login com outra pessoa.

A identidade desses “co-usuários” variou de familiares não imediatos (25,6%) a amigos (17,7%) e, por último, filhos residentes fora de casa (9,2%).

Por outro lado, 47,5% dos assinantes afirmaram nunca ter compartilhado suas informações com ninguém.

Violação de contrato

É importante notar, é claro, que compartilhar uma conta com qualquer pessoa que não seja da mesma casa é considerado uma violação do contrato do usuário, embora, como uma pesquisa anônima, haja pouca ameaça de repercussão aqui.

No que diz respeito aos cancelamentos, Kill the Cable Bill descobriu que 26% dos participantes estavam refletindo sobre a decisão de suspender suas contas devido a aumentos de preços, enquanto mais de 50% afirmaram com certeza que permaneceriam com suas assinaturas no futuro próximo.

Não é o resultado pessimista que muitos esperavam, embora ainda seja um motivo de preocupação entre os acionistas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio