Depois de mais de 30 temporadas e quase 700 episódios, existem poucos elementos da cultura pop que não foram ridicularizados ou referenciados em algum ponto ou outro em Os Simpsons.

No caso do reboot do Superman de Zack Snyder de 2013, O Homem de Aço, o seriado zombou do filme durante o episódio da vigésima quinta temporada, “You Don’t Have to Live Like a Referee”.

No episódio, Homer é recrutado para arbitrar a Copa do Mundo no Brasil após um vídeo de Lisa fazendo um discurso sobre ele ser seu herói – que menciona a vez em que ele arbitrou o jogo de futebol de Lisa no episódio “Marge Gamer” da décima oitava temporada – se tornar viral.


Embora ele inicialmente se recuse a aceitar subornos para manipular uma partida, Homer muda de ideia depois que Bart diz que ele não foi a primeira escolha de Lisa para seu discurso.

Depois disso, o homem misterioso que o está subornando pega uma cópia de O Homem de Aço e sugere que assistam juntos para selar o acordo. Ele então avisa a Homer: “Mas cuidado: Superman nunca foi menos divertido.”

Filme controverso

Esta piada de Os Simpsons em particular resume mais ou menos uma reclamação comum sobre O Homem de Aço: é uma abordagem muito severa e sombria para o personagem.

O filme tem sido criticado há muito tempo por abandonar o otimismo e a diversão dos filmes do Superman liderados por Christopher Reeve que vieram antes dele em favor de um tom mais sombrio que lembra a trilogia O Cavaleiro das Trevas do produtor e co-escritor Christopher Nolan.

Essa abordagem informou a maioria das escolhas criativas de Snyder no filme, de suas cores escuras e cinematografia agitada, semelhante a documentário, até sua narrativa, incluindo a decisão altamente controversa de fazer com que Superman mate o General Zod em combate.

Por mais que O Homem de Aço tenha sido ridicularizado por esses elementos, também foi defendido pelos mesmos motivos.

Aqueles que gostam do filme expressaram constantemente seu apoio à maneira como ele permite ao Superman de Henry Cavill lutar com o enigma moral de ser um super-herói todo-poderoso, bem como a maneira como Snyder tece alusões religiosas e metáforas visuais na história e no espetáculo do filme.

Claro, aqueles que pensam o contrário sobre O Homem de Aço costumam apontar isso como uma evidência da pretensão de Snyder, argumentando que o drama do filme é apenas sério e sombrio em um sentido superficial.

Esse é, em poucas palavras, o contexto da piada de Homer e do homem misterioso que observava O Homem de Aço para finalizar seu negócio ilícito. É apresentado como se eles estivessem fazendo algo verdadeiramente sinistro para solidificar seu acordo, mas na realidade eles estão apenas assistindo a um filme do Superman.

Os detratores de O Homem de Aço provavelmente aprovariam a implicação de que o filme de Snyder é tão sério quanto duas pessoas firmando um acordo para manipular um evento esportivo global.

Deixando todos os debates sobre O Homem de Aço de lado, essa parte de Os Simpsons é uma maneira discretamente inteligente de zombar do filme e, ao mesmo tempo, chamar a atenção das críticas que o cercaram desde que foi lançado.

Ironicamente, “You Don’t Have to Live Like a Referee” é hoje em dia menos lembrado por essa piada e mais por prenunciar inadvertidamente o escândalo de corrupção na vida real que abalaria a FIFA pouco mais de um ano após sua exibição. Conte com Os Simpsons para “prever” o futuro, mais uma vez.

No Brasil, Os Simpsons está agora disponível no Disney+.