Trama de The Crown sobre [SPOILER] pode ser falsa na Netflix; veja

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Atenção! Contém spoilers da quarta temporada de The Crown.

The Crown é conhecida pela extensa pesquisa histórica realizada pelos criadores, que tentam pautar a maioria das tramas em eventos da vida real. No entanto, para uma maior fluidez narrativa, alguns aspectos da história da Rainha da Inglaterra foram modificados ou inventados.

A quarta temporada da série, recém chegada à Netflix, está encantando fãs com a introdução de Diana Spencer, a mulher que no futuro se tornaria “A Princesa do Povo”. Interpretada pela atriz Emma Corrin, Lady Di figurou nos últimos dias entre os assuntos mais comentados das redes sociais.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os novos episódios também fizeram o público ficar morrendo de raiva do Príncipe Charles e Camilla Parker-Bowles, devido ao affair que perdurou durante grande parte do casamento de Lady Di.

Alguns detalhes sobre o casal, no entanto, foram modificados; confira abaixo!

Verdades e mentiras

Príncipe Charles e Camilla Parker-Bowles se conheceram em 1970, em uma partida de polo realizada no Castelo de Windsor. Charles deixou o país para servir à Marinha Real em 1972, e um ano depois Camilla se casou com o primeiro marido, Andrew Parker-Bowles, um oficial do exército que tinha grandes conexões com a Família Real.

Em uma entrevista ao site Insider, o historiador Hugo Vickers, especialista na Família Real, explorou as verdades e as mentiras sobre o relacionamento de Charles e Camilla na 4ª temporada de The Crown.

No terceiro episódio, intitulado “Conto de Fadas”, Diana encontra um bracelete comprado por Charles para presentear Camilla. De acordo com Vickers, a ideia geral do presente é factual.

“De acordo com meu entendimento, o Príncipe Charles percebeu – diferente do que mostra a série – que seu relacionamento com Camilla deveria acabar para que seu casamento com Diana desse certo. Então, pensou que seria um gesto educado dar à eterna amada um último presente. Diana, infelizmente, encontrou o bracelete com as iniciais G e F”, contou Vickers.

As iniciais aparentemente significavam “Girl Friday” (Garota da Sexta-Feira), como Charles costumava chamar Camilla.

The Crown afirma que elas representam “Gladys e Fred”, supostamente apelidos carinhosos do casal. Segundo Hugo Vickers, essa suposição não tem nenhuma base na realidade.

O historiador afirmou também que Charles não visitava Camilla constantemente durante os primeiros anos de seu casamento com a Princesa Diana.

“Charles viu Camilla apenas uma vez entre o noivado e o casamento, a ocasião em que entregou o último presente. Pelo que sei, o Príncipe não se encontrou com Camilla até 1986”, afirmou Vickers.

A quarta temporada de The Crown está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio