Dois Homens e Meio foi uma das séries cômicas de maior sucesso do início dos anos 2000. Estrelada por Charlie Sheen e Jon Cryer, a série focou nos irmãos Harper, Charlie (Sheen) e Alan (Cryer).

Após o divórcio de Alan, Charlie deve ajustar seu estilo de vida quando Alan e seu filho Jake vão morar com ele. A série esteve no topo do mundo da televisão durante a maior parte de sua exibição, mas tudo isso quase desabou graças a Sheen.

Charlie Sheen entrou na reabilitação de drogas no meio da oitava temporada do programa, forçando a produção a entrar em um hiato.


As filmagens foram programadas para retomar no mesmo mês, mas esses planos foram frustrados quando Sheen deu uma série de entrevistas polêmicas, incluindo uma entrevista de rádio infame que o ator deu para o Alex Jones Show.

Grande polêmica

Sheen fez vários comentários depreciativos durante esta entrevista, mas o pior de tudo veio quando ele atacou o co-criador de Dois Homens e Meio, Chuck Lorre. Em uma série de reclamações registradas pela TMZ, Sheen disse que “odiava violentamente” Lorre e o chamou de “homenzinho estúpido”, entre outras coisas depreciativas.

Assim que os comentários saíram, a produção da temporada foi oficialmente cancelada e Charlie Sheen foi demitido do programa algumas semanas depois.

Enquanto a saída de Sheen criou um frenesi na mídia e colocou o futuro do programa em perigo, eventualmente, Lorre anunciou que Dois Homens e Meio seria reiniciada em sua nona temporada e que Charlie Harper seria morto.

Durante a estreia da nona temporada de Dois Homens e Meio, foi revelado que Charlie morreu fora da tela em um acidente de metrô.

Embora Alan tenha herdado a casa de Charlie, ele não tinha como pagar as várias hipotecas da casa e teve que vendê-la.

Quando Alan estava prestes a sair para espalhar as cinzas de Charlie, ele encontrou o bilionário Walden Schmidt tentando cometer suicídio em seu deck. Depois de convencê-lo a não se matar e fazer amizade, Walden concordou em comprar a casa para que Alan e Jake pudessem continuar morando lá.

Dois Homens e Meio continuaria por mais quatro temporadas antes de finalmente terminar em 2015. O final da série indicou o retorno de Charlie Harper de Sheen, revelando que o personagem estava vivo o tempo todo.

No entanto, a coisa toda acabou sendo uma brincadeira, e o seriado terminou com uma piada autorreferencial apresentando um Sheen falso sendo esmagado por um piano caindo, enquanto Lorre diz “Venci” ao fundo antes que um piano caia sobre ele também.