Quase 30 anos depois do término de Um Maluco no Pedaço, o elenco se reuniu na mansão Banks e uma velha briga foi encerrada. Janet Hubert, a tia Viv original compareceu à reunião e enterrou as mágoas junto do elenco, incluindo Will Smith.

Filmado no set original, a reunião contou com a presença de Will Smith, Alfonso Ribeiro, Karyn Parsons, Tatyana Ali, Joseph Marcell, Daphne Maxwell Reid, DJ Jazzy Jeff e Janet Hubert, que deixou a série depois da terceira temporada.

Hubert interpretou a tia Viv nas três primeiras temporadas de Um Maluco no Pedaço, mas acabou sendo substituída por Daphne Maxwell Reid. Desde então, ela expressou sua raiva sobre ter sido demitida, acreditando que Will Smith havia sido responsável.


Na reunião, conforme Derek Lawrence, da EW, depois de um longo abraço, Hubert falou sobre o quão difícil isso tudo foi para ela. Ela revelou que, ao ficar grávida durante a terceira temporada, muitas coisas estavam acontecendo na sua vida e na de Will Smith.

Para ela foi um casamento abusivo, o que o elenco não sabia sobre.

“Durante esse tempo, da sua gravidez, eu não fui sensível, não fui perceptivo e agora que tive três filhos aprendi sobre algumas coisas que eu não sabia na época e faria tudo de forma bem diferente”, admitiu Will Smith. “Mas eu consigo enxergar como tornei o set muito difícil para Janet”.

Tempos difíceis

Hubert ainda explicou que ela não chegou a ser demitida, simplesmente não aceitou o “péssimo acordo” que a ofereceram, que significava um salário menor e não ser permitida trabalhar em qualquer outro lugar.

Como tinha acabado de ter um filho e também precisava sustentar um marido desempregado, Hubert acabou negando o acordo e outra atriz foi escolhida para viver a tia Viv.

“Eu fiquei profundamente magoada. Quando deixei a série eu tinha esse bebê recém-nascido e ninguém mais. A família me deserdou. Hollywood me abandonou. Minha família disse, ‘você arruinou nosso nome’. E eu não faltei com profissionalismo no set. Eu só parei de falar com todo mundo porque não sabia em quem confiar, porque eu fui banida. E eles disseram que foi você que me baniu. Porque foi Will. Foi difícil”.

Will Smith explicou que, aos 21 anos, “tudo parecia uma ameaça” para ele.

“Eu era motivado pelo medo. Tenho filhos, fui divorciado e estou em um segundo casamento, vejo agora a dor e o trabalho que é simplesmente aparecer todos os dias”.

“Mas você tirou isso de mim com suas palavras. Palavras podem matar. Eu perdi tudo. Reputação, tudo. E entendo que você foi capaz de seguir adiante, mas essas palavras, chamar uma mulher negra de difícil em Hollywood, é o beijo da morte. Já é difícil ser uma mulher negra nesse negócio. Mas senti que era hora de finalmente seguirmos adiante. Sinto muito por ter te criticado tanto”.

Will Smith agradeceu por ela se abrir dessa forma e Hubert colocou gentilmente a mão no rosto do ator. “Você ainda é minha tia Viv”, ele declarou. Os dois pediram desculpas e se abraçaram.