Bridgerton: Veja por que [SPOILER] tem obsessão macabra na Netflix

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

ALERTA DE SPOILERS

A primeira temporada de Bridgerton na Netflix trouxe uma personagem com um hábito bem macabro. A Rainha Charlotte pergunta várias vezes se o marido, o Rei, morreu.

Como os fãs percebem, o personagem é quase ausente na história. Enquanto isso, Charlotte precisa ser a figura forte e central de uma comunidade.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Para muitos, esse hábito pode passar uma certa frieza. Mas, a verdade sobre Charlotte em Bridgerton pode ser bem diferente.

A série de Shonda Rhimes, criadora de Grey’s Anatomy, está mostrando um lado amoroso e preocupado da Rainha. Quando ela pergunta sobre a possível morte do marido, ela está demonstrando a vulnerabilidade dela e como ela se importa com ele.

Com o Rei doente, Charlotte tem medo da confirmação de que as coisas nunca voltarão a ser como antes. Aos poucos, a Rainha perdeu o melhor amigo dela por quem se apaixonou.

Esse lembrete é mostrado nas poucas aparições do Rei George. Pela época de Bridgerton, já faz três anos que ele está doente. A condição seria de bipolaridade e psicose.

Assim, Bridgerton mostra como uma condição como essa rouba o amor e a vida de uma pessoa e aqueles ao seu redor. Ao mesmo tempo, é por isso que Charlotte quer apressar o casamento de Daphne e Simon.

O amor que ela perdeu é visto nos dois jovens.

Bridgerton na Netflix

A produção acompanha a história da Família Bridgerton, um clã de aristocratas vivendo em Londres durante o período da Regência, no início do século XIX.

Mesmo durando poucas décadas, a Regência é conhecida como uma época de grandes avanços e tendências diferenciadas nas belas-artes, arquitetura, moda e etiqueta.

Bridgerton foca principalmente na primogênita dos Bridgerton: Daphne. A jovem procurar pelo amor verdadeiro e um casamento à altura após ser apresentada à sociedade em 1813 pela Rainha Charlotte.

Enquanto lida com as expectativas da elite, Daphne é obrigada a lidar com os escandalosos boatos divulgados pela Lady Whistledown, a misteriosa autora de um “boletim de fofocas” publicado semanalmente.

Embora não seja a showrunner da nova produção da Netflix, Shonda Rhimes mantém grande influência como produtora executiva. O comando da série fica com Chris Van Dusen.

O elenco de Bridgerton é formado principalmente por atores britânicos, muitos deles desconhecidos do público internacional.

A série conta com Phoebe Dynevor (Younger), Regé-Jean Page (For the People), Jonathan Bailey (Doctor Who), Nicola Coughlan (Derry Girls), Claudia Jessie (Call The Midwife), Adjoa Andoh (Invictus), Lorraine Ashborn (King Kong), Sabrina Bartlett (Game of Thrones), Harriet Cains (In The Flesh), Bessie Carter (Os Miseráveis) e Ruth Gemmell (Penny Dreadful) em seu elenco.

Bridgerton está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio