Jim Carrey está deixando o papel do presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, no Saturday Night Live. Carrey anunciou no Twitter que, embora achasse que retratar Biden fosse “a maior obrigação da comédia”, ele está seguindo em frente e tem orgulho de ser apenas um ator para retratar o personagem no SNL.

Carrey estreou sua abordagem sobre o presidente eleito em outubro, embora sua versão tenha sido recebida com algumas críticas dos fãs durante sua passagem.

“Embora meu mandato devesse durar apenas 6 semanas, fiquei emocionado ao ser eleito presidente do SNL… a mais alta exigência da comédia”, escreveu Carrey.


“Eu adoraria seguir em frente sabendo que Biden foi o vencedor porque acertei esse papel. Mas sou apenas um em uma longa linha de orgulhosos Bidens do SNL!”

Papel criticado

O criador do SNL, Lorne Michaels, explicou que Jim Carrey já havia manifestado interesse no papel.

O comediante querido dos fãs então se encontrou com o principal redator do SNL, Colin Jost, conversas que eventualmente levaram Carrey a decidir embarcar no programa, pelo menos durante a temporada de eleições.

“Havia algum interesse da parte dele. E então respondemos, obviamente, positivamente. Mas tudo se resumia a discussões sobre o que seria”, explicou o produtor executivo.

“Ele e Colin Jost tiveram um monte de conversas. Ele e eu também. Ele dará ao papel energia e força. Espero que seja engraçado.”

No entanto, enquanto alguns fãs foram conquistados pela abordagem de Carrey sobre Biden, muitos fãs não gostaram, se ofendendo tanto com a abordagem que logo pediram uma substituição após a terceira aparição de Carrey. As aparições subsequentes também atraíram muitas críticas dos fãs.

Com Biden definido para começar sua jornada como presidente dos Estados Unidos em janeiro de 2021, a saída de Jim Carrey abre a porta para um novo ator entrar e retratar o presidente eleito em seu mandato presidencial. No momento, não está claro quem será esse ator.