Série da Netflix causa preocupação em vítimas de crime brutal da vida real

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O Estripador (The Ripper) é a nova série documental da Netflix, que conta sobre um assassino em série britânico. O filho da primeira vítima do assassino revelou estar preocupado com essa obra.

Peter Sutcliffe foi preso em janeiro de 1981 e foi sentenciado à prisão perpétua pelo assassinato de 13 mulheres e tentativa de assassinato de mais sete. Ele passou 40 anos preso até morrer de COVID-19, em novembro de 2020.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A nova série documental da Netflix traz relatos de primeira mão e conta sobre os cinco anos de terror em Yorkshire.

Richard McCann, filho da primeira vítima de Sutcliffe, Wilma, que foi assassinada em outubro de 1975, revelou preocupação acerca do impacto da nova série.

Em entrevista a Jeremy Vine, do BBC Radio 2, Richard revelou ter cooperado com o documentário, que era intitulado Once Upon a Time in Yorkshire (era uma vez em Yorkshire) e ficou de coração partido quando o título mudou.

Pode incentivar outros assassinos

Ele também pediu para que as pessoas parem de usar o nome Estripador.

“É chamado O Estripador, que não é nada como Once Upon a Time in Yorkshire”, disse o filho da vítima. “A produtora me disse ‘não há nada que podemos fazer’. O nome foi escolhido e é isso aí. Não tivemos a opção de discordar”.

“A parte mais estúpida é que o programa em si, eu assisti todos os quatro episódios, é muito bem feito e de maneira sensível”.

Richard continuou, dizendo que o uso do nome Estripador poderia “inspirar o próximo assassino em série”.

“Isso o mistifica e o faz um personagem maior e me pergunto se isso o inspirou a continuar. ‘Agora eu tenho esse termo, eu tenho uma marca’”.

“É desapontador que escutemos isso repetidamente, possivelmente inspirando o próximo assassino em série”.

O Estripador já está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio