Publicidade

Série da Netflix fracassa e dá prejuízo milionário

Publicado por Guilherme Coral

04/12/2020 11:58

Nos meses que precederam a estreia de Marco Polo, parecia que a série seria a Game of Thrones da Netflix. Já na estreia da primeira temporada, contudo, essa visão foi logo alterada.

Produzida pelo já condenado Harvey Weinstein, a produção foi uma das mais caras da História da TV, custando por volta de US$ 9 milhões por episódio, conforme matéria de Alex Castillo no CheatSheet.

Com isso, o orçamento estimado das duas temporadas de Marco Polo chegou a impressionantes US$ 180 milhões, fazendo da série uma das dez mais caras da década.

A Netflix optou por cancelar o seriado após seu segundo ano, após não obter o resultado esperado. As críticas foram bem negativas e pouco falou-se sobre ela nas redes, indicando baixa audiência.

Essa foi a primeira vez que a plataforma de streaming cancelou um seriado com apenas duas temporadas. Antes disso, todas as suas produções originais tiveram, ao menos, três anos.

Nem tudo é fracasso

Nem todas as séries caras da Netflix são um fracasso e The Crown é um bom exemplo disso.

O seriado já vai durar uma temporada a mais do que foi inicialmente planejado, com a sexta temporada já confirmada. Agora, o autor da biografia Encontrando liberdade, de Harry e Meghan Markle, disse que a Netflix pode querer fazer uma temporada com os príncipes William e Harry adultos.

Em episódio do podcast Heirpod, o autor Omid Scobie disse ter escutado rumores de que a Netflix considera a possibilidade de estender a série.

“Já há muita conversa sobre as temporadas cinco e seis. Elas já foram confirmadas. Originalmente, a série acabaria antes de William e Harry se tornarem adultos”.

Com a renovação para a sexta temporada, o showrunner de The Crown, Peter Morgan, disse que não abordariam o tempo presente, apenas poderiam focar em mais detalhes das épocas retratadas no seriado.

Isso pode mudar, caso a série continue com mais temporadas. Outra possibilidade é a criação de uma derivada, visando explorar as vidas adultas de William e Harry.

Publicidade