Chocante: The Crown conta mentiras para fãs na Netflix

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

The Crown é conhecida pela extensa pesquisa histórica realizada pelos criadores, que tentam pautar a maioria das tramas em eventos da vida real. No entanto, para uma maior fluidez narrativa, alguns aspectos da história da Rainha da Inglaterra foram modificados ou inventados.

A quarta temporada da série encantou ainda mais os fãs ao mostrar a relação da Rainha com a Princesa Diana e a então Primeira-Ministra do Reino Unido, Margaret Thatcher.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Mas afinal de contas, o que é verdade e o que é ficção na quarta temporada de The Crown?

Confira abaixo as principais criações fictícias dos novos episódios da série da Netflix!

Elizabeth e Margaret

No segundo episódio da nova temporada de The Crown, a recém eleita Primeira Ministra Margaret Thatcher é convidada para passar um fim de semana com a Família Real no Castelo de Balmoral. A série dá a entender que Thatcher não foi bem tratada pela Rainha, passando por vários “testes” durante a visita.

De acordo com Hugo Vickers, especialista na Família Real, a relação entre a Rainha Elizabeth e Thatcher era bem mais tranquila.

“A Rainha sempre fez o possível para se dar bem com todos os Primeiros Ministros. As duas não eram melhores amigas, mas tinham um relacionamento amigável”, afirmou o historiador.

Diana

O Príncipe Charles conhece Diana Spencer no primeiro episódio da quarta temporada. A futura Princesa se apresenta enquanto Charles ainda namorava sua irmã, Lady Sarah.

Diana tenta passar despercebida, e a série diz nas entrelinhas que Charles nunca a conheceria se ela não tivesse se apresentado.

“A Diana sempre frequentava Sandrigham, em Park House, então estava próxima à Família Real. Sendo assim, os dois provavelmente já se conheciam nessa época”, contou Vickers.

Etiqueta real

Em The Crown, quando Charles cumprimenta a Rainha, ele faz uma pequena reverência. Na vida real, segundo Vickers, o Príncipe sempre dá dois beijos na bochecha na mãe quando a encontra.

O historiador também afirma que Diana provavelmente não teria problemas para lidar com a etiqueta real, e que não precisaria de treinamento, já que cresceu em uma família de nobres, acostumados com o protocolo real.

Dissolução do parlamento

Em meio à maior crise de seu mandato como Primeira Ministra, Margaret Thatcher tenta salvar a própria pele ao pedir à Rainha a dissolução do parlamento. Elizabeth nega a proposta, e Hugo Vickers afirma que a conversa nunca aconteceu.

“Essa realmente foi uma bobagem inventada! Nunca aconteceu. Os ministros e o parlamento estavam contra Thatcher, mas ela ainda contava com o apoio de parte do povo”, confirmou Vickers.

O affair

Uma das partes mais escandalosas da quarta temporada de The Crown é o affair entre Charles e Camilla Parker-Bowles, que aconteceu antes e durante o casamento do Príncipe com Diana. De acordo com Vickers, no entanto, a história da traição é bem mais complicada do que a trama da série.

“A série caracteriza o Charles como um homem fraco e maldoso, sempre gritando com a Diana. The Crown, por outro lado, não mostra os grandes surtos da Diana e os comportamentos inadequados da Princesa. É uma visão maniqueísta, com vilões e heróis definidos”, conta o especialista na Família Real.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio